Blog Santo Antônio
Notícias

Uma pedra de gelo gigante foi encontrada sobre a tela de sombreamento de uma horta na comunidade de Olhos D’água, em Ibotirama, nesta segunda-feira (20). A situação foi descoberta pelo proprietário do local, assim que ele notou a proteção mais baixa do que o normal.

Edgar Menezes mora na cidade, mas passa o dia em Olhos D’água, onde o caso inusitado aconteceu. Ele posou para a foto segurando o gelo logo após tê-lo encontrado

No registro, é possível observar que a pedra é composta por vários granizos menores, sugerindo que não derreteu completamente antes de atingir o solo. O acontecimento revela as diferentes condições climáticas enfrentadas pela região nas últimas semanas.

Fonte:Gazeta 5

Fonte: Gazeta 5

Fonte: Grupo Santo Antonio
Além da queda do granizo, temporal causou pontos de alagamento na cidade de Barra, nesta segunda-feira (20). Não há registro de feridos

Um temporal causou estragos nesta segunda-feira (20), na cidade de Barra, na região oeste da Bahia. De acordo com moradores, por causa da ventania e chuva de granizo, o município ficou com diversos pontos de alagamento. Não há registro de feridos.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o volume de chuva entre 17h e 20h foi de 32,2 milímetros e a velocidade do vento atingiu 31 km/h, segundo o Climatempo.

Em nota, a prefeitura de Barra informou que o temporal derrubou árvores, danificou telhados e rompeu cabos de energia na cidade. O fornecimento de energia elétrica e internet foi interrompido em alguns locais. Segundo o comunicado, a Secretaria de Infraestrutura deu suporte aos pontos críticos.

 

A prefeitura também fez um alerta para que a população não se aproxime dos locais em que os postes e fios encontram-se caídos, por causa do risco de choques elétricos. Disse ainda que entrou em contato com Neonergia Coelba, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica no estado, para remover o material.

A administração municipal pediu para que as pessoas que estão sem energia elétrica nas residências entrem em contato com a Coelba através do telefone (71) 3370-6350, para solicitar suporte necessário.

Fonte: G1

Sábado (18), foi dia de muito trabalho para a equipe do Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), em Barreiras. A Secretaria Municipal de Saúde realizou o terceiro mutirão de cirurgias odontológicas deste ano com a participação de 45 pacientes previamente agendados nas Unidades de Saúde. Equipamento referenciado, o CEO oferece atendimentos nas especialidades de endodontia, odontopediatria, cirurgia oral, periodontia e também para pacientes especiais.

Durante o mutirão foram realizadas 60 remoções de terceiro molar (siso); quatro exodontias de outros dentes impactados e uma remoção de dente supranumerário, totalizando 65 cirurgias. A ação mobilizou oito profissionais como bucomaxilofaciais e cirurgiões dentistas, além de 14 pessoas de apoio.

“O propósito do mutirão foi reduzir o tempo de espera nas filas e assim como as anteriores, esta edição foi um sucesso, considerando que 45 pacientes deixaram essas filas e receberam atendimentos de qualidade por profissionais altamente qualificados”, explica a coordenadora de saúde bucal, Érika Almeida que acompanhou a ação junto com a secretária de Saúde, Jamile Rodrigues e apoiadora da Coordenação, Carolina Moura. Os outros dois mutirões ocorreram em julho e agosto deste ano.

CEO – O Centro de Especialidades Odontológicas fica localizado na Rua Dudu Coité, nº 119, Jardim Ouro Branco. Após passarem pelas Unidades Básicas de Saúde de referência os pacientes com diagnóstico de lesões suspeitas ou necessidade de alguma das especialidades ofertadas, serão encaminhados pelas equipes de saúde bucal para acompanhamento no CEO.

Fonte: DIRCOM PMB

211123ciprv

Na tarde de domingo, 19, por volta das 16h30, no km 156 da BA-459, em frente ao Posto da CIPRv/Barreiras próximo ao Povoado Cerradão, no município de Barreiras, enquanto a guarnição realizava PCFTRAN, foi dada ordem de parada ao veículo de Placa de Pará de Minas-MG, Marca/Modelo: Fiat Strada Freedom 13CS.

Após pesquisa realizada no aplicativo sistema MOP da SSP, constatou-se a restrição de Furto/roubo, logo em seguida foi feito busca minuciosa no veículo conferindo o chassi, motor e demais itens de identificação veicular. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao condutor do veículo, que foi autuado por receptação de veículo com restrição de furto/roubo.

Em ato continuo a guarnição deslocou até Delegacia de Barreiras onde o condutor foi apresentado sem nenhuma lesão, junto com o veículo supracitado. 

Fonte: ASCOM CIPRv/Barreiras

Fonte: Publicidade

Fonte: Grupo Santo Antonio
Maioria entende que lei que estabeleceu os pagamentos é inconstitucional, mas que pensões já concedidas não podem ser suspensas. Julgamento no plenário virtual termina às 23h59 do dia 20 de novembro, mas todos os ministros já votaram.

O Supremo Tribunal Federal (STF) já tem oito votos a dois para manter as pensões e aposentadorias já concedidas a governadores e seus dependentes, que tiveram como base lei posteriormente considerada inconstitucional.

Os ministros analisam, no plenário virtual, uma ação da Procuradoria-Geral da República contra o pagamento destes benefícios, criados especificamente para essas autoridades, por terem ocupado o cargo eletivo. A sessão deve ser encerrada às 23h59 do dia 20 de novembro, mas todos os ministros já apresentaram seus votos.

A PGR citou a situação de nove estados: Rio Grande do Sul, Acre, Santa Catarina, Amazonas, Minas Gerais, Rondônia, Paraíba, Sergipe e Pará. Mas, em relação ao Rio Grande do Sul, uma lei posterior já tinha revogado a medida. E, no caso do Amazonas, o benefício já tinha sido retirado da Constituição local por outra emenda.

No julgamento, os ministros reafirmaram entendimentos anteriores da Corte no sentido de que o pagamento destes valores viola a Constituição. Ou seja, leis estaduais nesta linha são inconstitucionais. Com isso, a partir do que definiu a Corte, novas ordens nesse sentido não poderão valer mais.

No entanto, a questão discutida no caso envolve saber se deve ser revisto o pagamento realizado enquanto estiveram em vigor as legislações estaduais que previam o benefício - ou seja, quando ainda não tinha avaliação da Corte sobre a validade das leis. A maioria dos ministros entendeu que as situações que até então eram entendidas como legais devem ser mantidas, por conta de princípios como a segurança jurídica e a boa-fé.

Isso porque, no período da vigência das leis, o pressuposto era de que as regras eram constitucionais. A invalidação das normas veio em momento posterior aos pagamentos.

Até o momento, prevalece a divergência aberta pelo ministro Gilmar Mendes. O ministro ressaltou que, nestas situações, é preciso observar a segurança jurídica, já que os pagamentos foram feitos e recebidos de boa-fé, com a crença de que o procedimento não violava a Constituição.

"Penso que o princípio da segurança jurídica deve nortear a aplicação da declaração de inconstitucionalidade a casos concretos, balizando o exame da validade de atos singulares que, malgrado fundados em norma posteriormente declarada inconstitucional, merecem proteção especial à luz da confiança legítima dos cidadãos em atos estatais presumivelmente legítimos", pontuou o ministro.

"A Administração não apenas está impedida de cobrar os valores recebidos anteriormente, bem como deve preservar a situação dos governadores já aposentados que se beneficiaram pelas normas aqui impugnadas quando da concessão das aposentadorias, assim como as pensões destas geradas. Nego, portanto, o pedido de que sejam declarados inválidos os atos dos poderes públicos estaduais que concederam o pagamento de pensões, aposentadorias especiais e benefícios similares a ex-governadores, enquanto as leis posteriormente declaradas inconstitucionais estiveram em vigor", completou.

Seguem na linha os ministros Dias Toffoli, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Cristiano Zanin, Nunes Marques, André Mendonça e Luís Roberto Barroso.

Voto da relatora

A posição que prevalece diverge da que foi apresentada pela relatora da ação, ministra Cármen Lúcia.

A ministra votou pela inconstitucionalidade do pagamento de benefícios nos estados de Santa Catarina, Acre, Paraíba, Amazonas, Rio Grande do Sul e Sergipe. A ministra, no entanto, estabeleceu que os beneficiados pela medida não vão precisar devolver as parcelas já pagas antes da análise do tema.

"A inovação jurídica pela criação de pensão, de natureza graciosa, que se aproxima dos institutos da aposentadoria e da pensão por morte, enquanto remunerações independentes do trabalho do agente político cujo mandato eletivo exauriu-se, sem previsão semelhante na Constituição da República e na legislação nacional, ofende o princípio federativo inserido nas repartições de competência, no qual se prevê competir à União legislar sobre normas gerais de previdência social", afirmou.

"Tem-se, portanto, por inconstitucional, nos termos da reiterada jurisprudência deste Supremo Tribunal Federal, a instituição de prestação pecuniária mensal e vitalícia a ex-governadores e dependentes, correspondente à concessão de benesse que não se compatibiliza com a Constituição da República, por revelar tratamento diferenciado e privilegiado sem fundamento jurídico razoável, com ônus aos cofres públicos, em favor de quem não exerce função pública ou presta qualquer serviço à administração", prosseguiu.

"Aquele que não seja titular de cargo eletivo de Governador do Estado, tendo sido extinto o mandato, não pode receber do povo pagamento por trabalho que já não presta, diferente de qualquer outro agente público que, ressalvada a aposentação nas condições constitucionais e legais estatuídas, não dispõe desse privilégio", completou.

O voto da relatora é acompanhado pelo ministro Luiz Fux.

Fonte: G1

191123bandeira10beic1

191123bandeira10beic1e

191123bandeira10beic1erty

Ao meio-dia deste domingo, 19 de novembro de 2023, aconteceu no 10º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação, a Solenidade em Comemoração ao Dia da Bandeira Nacional, promovida pelo CPR-O e 10º BEIC.

O evento foi presidido pelo Ten Cel PM Ivã Antonio, Comandante do 10º BEIC, que foi convidado a fazer a leitura da mensagem do Excelentíssimo Senhor Cel PM Comandante Geral da PMBA alusiva ao Dia da Bandeira.

191123bandeira10beic1r

191123bandeira10beic12

A solenidade foi realizada pelo CPR-O em conjunto com 10º BEIC, contando com a participação do Maj PM Beck, representando o Comando do CPR-O; do Maj PM Giullian, Comandante da 84ª CIPM; do Maj PM Simões, Comandante da CIPRV; e do Cap PM Quesado, Comandante da 83ª CIPM.

Durante o evento ocorreu a cerimônia de incineração das bandeiras, momento em que as inservíveis das diversas unidades policiais militares do Oeste Baiano foram queimadas em uma pira, acesa pela Subtenente PM Aline, praça mais antiga.

A solenidade, que é repleta de simbolismo, tem como objetivo principal fortalecer a prática do civismo e patriotismo no seio da Instituição.

Fonte: 10º BEIC/SCS

De 19 a 26 de novembro, a Bahia sediará o 1º Campeonato Brasileiro de Futsal Escolar sub-17. Os jogos acontecerão em três praças esportivas, reunindo mais de 500 alunos das escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio, na faixa etária de 15 a 17 anos, nos naipes masculino e feminino.

A competição está estruturada em três divisões, sendo as duas primárias com grupo A e B. Os jogos das primeiras fases acontecerão no Ginásio Arena de Esportes da Bahia, localizado em Lauro de Freitas, Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, no bairro homônimo, e o Ginásio SESI, situado em Simões Filho. A bola começa a rolar nas quadras na segunda-feira (20), das 9h às 19h30, com acesso gratuito a todos os três equipamentos.

O 1º Campeonato Brasileiro de Futsal Escolar Sub 17 é uma competição intercolegial, cujo objetivo é incentivar, no meio estudantil, a prática desportiva, enaltecendo os benefícios educacionais e comportamentais inerentes à atividade como espírito de equipe, cooperação, amizade e disciplina.

“Estamos muito felizes por esta competição fazer a sua estreia na Bahia. Realizá-la, aqui, foi um compromisso assumido ainda em março passado com o Ministério do Esporte e que agora estamos concretizando. É bom para o esporte escolar, bom para o turismo e para a economia local, pois teremos mais de 500 pessoas por uma semana circulando pelos três municípios sede dos jogos, ocupando hotéis e também restaurantes”, observou o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto.

O evento é realizado pelo Ministério do Esporte, com apoio do Governo da Bahia, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, e promoção e parceria da Confederação Brasileira de Futsal e a Federação Baiana de Futsal.

Fonte: Ascom/Sudesb

Uma pessoa morreu e três foram baleadas durante um ataque a tiros cometido por três homens que estavam a bordo de um carro de cor preta, no Alto de Coutos, em Salvador, na noite de ontem, domingo (19). O crime aconteceu entre as ruas Rua Muniz Travasso e Rua Mangaratiba, por volta das 20h.

Testemunhas relataram que eles não procuram por ninguém, apenas chegaram e efetuaram os disparos. Um homem foi atingido e morreu no local. Os feridos são uma adolescente, de 12 anos, e uma mulher, ambas atingidas no peito, além de um homem que foi baleado no pé.

As três vítimas foram socorridas por policiais militares e por populares para o Hospital do Subúrbio. O estado de saúde deles é desconhecido. O caso ocorrido no Subúrbio de Salvador deve ser investigado pela Polícia Civil. Até a manhã desta segunda-feira (20) ninguém foi preso.

Fonte: BNEWS

No início da noite de ontem, domingo, 19, Jefte Felipe da Silva Santos, de 21 anos, que estava desaparecido desde a madrugada de sábado, 18, foi encontrado após mobilização da comunidade.

Familiares e amigos empenharam-se na busca até encontrarem o jovem que estava em Luís Eduardo Magalhães. Ele está agora reunido com sua família, recebendo os cuidados necessários após ser localizado, encerrando a preocupação que se instalou desde seu desaparecimento na Rua João Dourado, no bairro Santa Cruz, na mesma cidade.

Fonte: Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Publicidade

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) criticou a mudança nas regras que permitem o trabalho em feriados. Segundo a entidade, a exigência de convenção coletiva é uma espécie de “cerco” à manutenção e criação de empregos e “retrocesso à atividade”

“A abertura do comércio aos domingos e feriados favorece não somente o consumo e a geração de empregos, mas também e, principalmente, o atendimento dos 28 milhões de consumidores que diariamente frequentam os supermercados, através de 94.706 mil lojas em todo o Brasil”, diz a Abras, em nota.

Entenda

Na véspera da Programação da República, nesta quarta-feira (15), o governo federal decidiu mudar a regra que liberava o trabalho no comércio durante feriados.

Agora, é necessária uma convenção coletiva de trabalho para que o trabalho em feriados nas atividades do comércio em geral seja permitido.

A mudança foi oficializada em portaria assinada pelo ministro do Trabalho e Emprego, Luiz Marinho, e publicada na terça-feira (14) no Diário Oficial da União. A medida tem validade imediata.

Antes, as jornadas de trabalho em feriados eram permitidas desde que houvesse um acordo direto entre patrões e empregados.

Fonte: O ANTAGONISTA

O monólogo Inderna de Intão, criado e interpretado por Graça Veloso, ator, diretor e professor de artes cênicas na UnB, será apresentado no Centro Cultural de Barreiras, no dia 17 de novembro, às 20h.

Inderna de Intão é uma tragicomédia sertaneja. É o riso e a emoção provocados por todos os fantasmas presentes no universo tragicômico de uma velha e solitária sertaneja que segue os passos de uma Folia do Divino no interior de Goiás.

Inderna de Intão – cuja expressão significa DESDE QUANDO – é a história de uma velha sertaneja, viúva, que DESDE QUANDO o marido se foi, passou a conviver com os fantasmas de seu passado, contando as histórias de como seus animais morreram, como conhecidos desapareceram ou como ela perdeu uma ou outra coisa que amava. É um mergulho na alma interiorana do estado de Goiás, com seus causos cômicos e suas religiosidades.

Graça Veloso é doutor em artes cênicas, pós-doutor em arte e cultura visual e autor dos livros A Visita do Divino: voto folia festa espetáculo, Benedito: imaginário e tradição no interior de Goiás e o teatro gestual da Cia. dos homens, além de Inderna de intão.

Durante sua estadia em Barreiras, o professor Graça Veloso irá ministrar a oficina Dramaturgia e Tradição. O objetivo é despertar o olhar para as espetacularidades extracotidianas das cenas que compõem o conviver e o estar juntos em festa. A oficina será realizada no Centro Cultural de Barreiras nos dias 17 e 18/11, das 9h às 12h. As vagas são limitadas e as inscrições são podem ser feitas pelo link: encurtador.com.br/oxIK8.

Esta ação faz parte da iniciativa da Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do Oeste da Bahia para estimular a produção das artes da cena nesta região são-franciscana. Novas ações já estão sendo planejadas para o próximo ano.

Fonte: UFOB

A Bahia foi o estado que mais registrou a morte de pessoas em ações de agentes de segurança em 2022, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (16), na pesquisa "Pele Alvo: A cor da violência policial", da Rede de Observatórios da Segurança. A informação é referente à comparação dos dados de outros sete estados, que também foram analisados no ano passado.

g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) para pedir um posicionamento e aguarda retorno.

O levantamento indica ainda que a cada 24 horas, quatro pessoas são mortas pela força policial no estado. Nesta edição da pesquisa, além da Bahia, foram avaliados os números e registros de Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

No último ano, conforme aponta a pesquisa, houve um aumento de 300% de óbitos em ações policiais, em comparação com 2015, e na maior parte dos casos os mortos são negros. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2022, os negros representam 80,80% da população na Bahia. Veja números apresentados pelo Observatório da Segurança:

  • 2015 - 354 pessoas mortas pela polícia
  • 2022 - 1.465 pessoas mortas pela polícia
  • 2022 - 94,76% eram pessoas negras e 74,21% tinha entre 18 e 29 anos

Para Larissa Neves, pesquisadora do Observatório da Bahia, o estado é o que mais justifica as operações policiais no combate ao tráfico de drogas.

A pesquisadora relatou que a população majoritariamente negra e da periferia, como também os agentes de segurança que são negros, usam da "força máxima" na contenção de segurança pública da capital baiana.

Marcos Rezende, historiador e especialista em segurança pública, doutorando em Direito Humanos pela Universidade de Brasília (UNB), também falou sobre o cenário. Para ele, o alto número de mortes de pessoas negras na Bahia deve-se a um processo histórico de incentivo a uma política de segurança pública armamentista e voltada para o combate.

"São promovidas operações voltadas a combater a criminalidade sempre nos mesmos territórios, que são negros, pobres e ocupados por trabalhadores que são diariamente criminalizados", afirmou Marcos.

Em entrevista ao g1, Marcos afirmou que o combate à violência, pode ser resolvido com investimento em promoção de direitos, educação, saúde, garantia de emprego e renda, além de incentivo à cultura e ao esporte.

Sobre os dados indicarem que a maior parte dos negros mortos serem jovens de 18 a 29 anos, o especialista disse que isso acontece pela falta de oportunidades de mudar a realidade das suas vidas.

"Essas pessoas encontram nas organizações criminosas o único lugar de emancipação da sua vida, ainda que o respeito gerado por ela seja mediante coerção. O Estado está falhando em respostas concretas para esse tema", finalizou Marcos Rezende.

Outros dados

Salvador registrou a morte de 438 pessoas em 2022. No mesmo ano, em Camaçari, na região metropolitana, 43 foram mortas em ações policiais, segundo os dados do Observatório de Segurança.

Já em Feira de Santana, segunda maior cidade do estado, 86 pessoas morreram no ano passado.

Para debater o assunto com a população, Rede de Observatórios vai promover nesta quinta-feira, uma mesa de debate, às 14h, no Auditório Milton Santos do Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia (Ceao/UFBA).

Fonte: G1

Termina nesta sexta-feira (17) o prazo para apresentação de pedidos de reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio 2023 (Enem), por candidatos que tiveram problemas de logística ou de saúde – doenças infectocontagiosas. A solicitação deve ser apresentada via Página do Participante.

Podem também fazer a solicitação pessoas que não compareceram ao exame porque foram alocadas a uma distância superior a 30 quilômetros da residência informada. A reaplicação das provas será nos dias 12 e 13 de dezembro.

De acordo com o Ministério da Educação, entre os problemas logísticos que possibilitam a reaplicação das provas estão alguns ligados a comprometimento da infraestrutura (como desastres naturais); falta de energia elétrica no local (caso comprometa a visibilidade da prova); falha no dispositivo eletrônico fornecido ao participante e erro no procedimento de aplicação da prova, caso incorra em comprovado prejuízo ao candidato.

As doenças infectocontagiosas que possibilitam a reaplicação da prova são covid-19, tuberculose, coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola; influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem sarampo rubéola e varicela.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) explica que, “nos casos de doenças infectocontagiosas, os pedidos de reaplicação devem ser acompanhados por documentos comprobatórios, que serão analisados pelo Inep individualmente”.

Nos casos de ausência devido a problemas logísticos, o Inep avaliará as solicitações, de acordo com as intercorrências registradas.

Para solicitar a reaplicação do exame, o candidato deve acessar Página do Participante e apresentar documento que comprove a necessidade. Os dados inseridos no pedido não podem ser alterados após o envio.

Fonte: Agência Brasil

Para preservar as águas e nascentes para o uso equilibrado dos recursos do meio ambiente, a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), por meio do núcleo de Sustentabilidade, realizou mais uma etapa do Projeto Nascentes do Oeste, na terça-feira (14), no município de Cristópolis.

Em parceria com moradores da comunidade, produtores rurais da região e técnicos das secretarias de Agricultura, Educação e de Meio Ambiente, a programação incluiu o processo de identificação e recuperação da nascente a partir do método Caxambú envolvendo toda à comunidade de entorno da nascente. O analista ambiental da Aiba, Artur Ribeiro, acompanhou o trabalho.

A iniciativa de Educação Ambiental busca sensibilizar a população sobre a importância da restauração e conservação das nascentes, evitando ações como, o acesso do gado às nascentes, queimadas descontroladas e o desmatamento das Áreas de Preservação Permanente (APP), além de conversa com produtores rurais, membros das secretarias sobre a importância de conservação da nascente com o objetivo de despertar o interesse e a vontade de preservar o recurso natural.

Fonte: Ascom Aiba

A Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes, prorrogou as inscrições até o dia 24 de novembro para os dois editais de seleção da Lei Paulo Gustavo.

Os recursos somam mais de R$ 700 mil, e serão distribuídos da seguinte forma:

– Apoio a produções audiovisuais, incluindo curta-metragem, videoclipe e/ou audiovisual periférico, ação de Cinema Itinerante ou Salas de Cinema, Formação Audiovisual ou de Apoio a Cineclubes e Festivais ou Mostras de Cinema: R$ 545.043,63;

– Apoio às demais áreas da cultura que não o audiovisual, como dança, música, capoeira, artes plásticas e visuais, artesanato, teatro, literatura, escrita e oralidade, Patrimônio Cultural; Culturas Identitárias, Circo e Cultura Circense: R$ 212.194,86.

Os editais podem ser acessados no site da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães,  através do link: https://www.luiseduardomagalhaes.ba.gov.br/lei-paulo-gustavo-lem/.

Fonte: SECOM, prefeitura de LEM
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |