Blog Santo Antônio
Notícias

Equipes do 17º GBM continuam empenhadas no resgate de pessoas que estão em áreas alagadas de Barreiras.

Pela manhã, duas crianças e uma mulher foram socorridas pelos bombeiros no bairro Barreiras Norte.

No local, pelo menos 20 pessoas precisaram deixar as residências por conta do alagamento. 

A operação contou com o apoio da própria população e o emprego de três barcos. Os veículos foram utilizados no transporte de pessoas, animais e bens.

Fonte: 17º GBM
Durante os 4 dias da operação, as ações de combate a criminalidade causaram um prejuízo de R$ 4,5 milhões ao narcotráfico, com a apreensão de mais de 2 toneladas de maconha.

PRF na Bahia apresenta balanço da Operação Natal 2021 com redução acentuada de 75% no número mortes nas rodovias federais que cortam o estado

APolícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou, às 23h59 deste domingo (26), a Operação Natal realizada nas rodovias federais que cortam a Bahia. A PRF intensificou a fiscalização e os esforços foram voltados à segurança viária, prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito e à garantia da mobilidade nas rodovias do país.

Durante as atividades de fiscalização e policiamento, a PRF na Bahia contou com reforço nas equipes e concentrou seu efetivo ao longo dos principais pontos de acidentalidade e incidência de práticas criminosas.

A Operação Natal está inserida entre as ações do Programa Rodovida, tendo como foco a redução da violência nesta época do ano, com aumento do fluxo de veículos e de passageiros, em função das férias escolares e das festividades de Natal, Réveillon e Carnaval. A ideia é sensibilizar cada um dos atores do trânsito a respeito do seu papel, das suas obrigações e os cuidados necessários para proteger a vida.

Redução de acidentes, feridos e óbitos

Em relação ao mesmo período do ano anterior, a PRF na Bahia registrou uma redução de 42% no número de acidentes totais, 55 em 2020 contra 32 este ano. Destes, 9 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente. Do total de acidentes registrados, 51 pessoas ficaram feridas, número que representa uma redução de 18% em relação ao mesmo período do ano passado. Este ano, 05 pessoas morreram durante o feriado nas rodovias baianas, redução de 75% com relação ao ano anterior, quando 20 pessoas vieram a óbito.

Segurança viária

 Durante as abordagens, os policiais buscaram conscientizar motoristas e passageiros a respeito de condutas prudentes no trânsito, como por exemplo, a importância do uso do cinto de segurança, da acomodação correta das bagagens, do bom estado de conservação e regularização do veículo e, claro, da obediência às leis de trânsito.

Apesar de todo o trabalho educativo, muitas pessoas se arriscaram e colocaram a vida de outras pessoas também em risco. Nestes quatro dias de atividades a PRF BA emitiu 2.314 notificações referentes a infrações diversas.

Foram fiscalizados um total de 3.238 veículos e 4.004 pessoas no período da operação, nos cerca de dez mil quilômetros de rodovias federais da circunscrição da PRF na Bahia.

A pressa também fez muita gente ultrapassar de forma proibida. De 23/12 a 26/12 foram 521 autos extraídos desse tipo de infração, representando mais de cinco flagrantes por hora de operação. Esse tipo de ultrapassagem é responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal, onde o motorista não consegue efetuar em tempo a manobra de ultrapassagem ou força a ultrapassagem, colidindo frontalmente com o veículo que está trafegando no sentido contrário.

Durante as abordagens, foram realizados 1.953 testes com etilômetro (aparelho utilizado para aferir a quantidade de álcool ingerido pelo condutor, conhecido popularmente como bafômetro), o que resultou no flagrante de 23 motoristas que assumiram o volante depois de consumir bebida alcoólica. O artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro prevê multa gravíssima, multa de R$ 2.934,70, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. O valor da multa dobra se o caso for de reincidência nos últimos doze meses.

O uso dos equipamentos de segurança obrigatórios também estiveram no foco das fiscalizações. A PRF também emitiu 57 autos de infração para motociclistas ou passageiro sem capacete. Obrigatório não só para o motorista, mas também para todos os ocupantes do veículo, o cinto de segurança, ou melhor, o não uso dele gerou 169 autuações. Quando o alvo das fiscalizações foi a criança sem cadeirinha, 37 autos foram emitidos.

O fato de o motociclista não usar o capacete ou pessoas não usarem cinto de segurança em automóveis é determinante na gravidade dos acidentes.

Enfrentamento a criminalidade

A expertise policial permitiu realizar trabalhos de prevenção e manutenção da segurança viária e da mobilidade, sem deixar de lado as atuações no combate à criminalidade.

As abordagens resultaram na apreensão de mais de 2 toneladas de maconha, que causaram um prejuízo de quase R$ 5 milhões às organizações criminosas. O flagrante ocorreu em pleno feriado de Natal (25/12), durante abordagem a um caminhão na cidade de Feira de Santana. Os policiais constataram também que o veículo possuía registro de rouba e circulava clonado.

Durante os quatro dias de atividades, a PRF na Bahia recuperou 04 veículos com registro de roubo ou furto. Apesar de grupos criminosos utilizarem-se de diversos artifícios para dificultar a identificação de um veículo fruto de crime, os policiais rodoviários federais passam por atualizações e treinamentos frequentes e aplicam técnicas avançadas, tornando-se verdadeiros especialistas no enfrentamento a fraudes veiculares.

Rodovida na Bahia

A Rodovida visa conscientizar condutores, ciclistas, pedestres e passageiros a tornar o trânsito mais seguro, através da mudança de atitude, ressaltando que cada um é responsável pela segurança de todos e, por isso, deve perceber os riscos e proteger a própria vida e a dos demais ao seu redor.

A Superintendência de Polícia Rodoviária Federal na Bahia (SPRF-BA) elaborou um planejamento seguindo as diretrizes da Rodovida e ao mesmo tempo considerando as características e especificidades das rodovias federais do estado. Foram realizados levantamentos com identificação dos trechos de rodovias que merecem maior atenção nesse período.

Todas as dez Delegacias PRF do estado baiano adotarão as medidas para coibir as ultrapassagens irregulares, o consumo de álcool, o não uso do cinto e da cadeirinha e o trânsito irregular de motocicletas, dentre outras. Em alguns pontos, porém, em virtude de um histórico maior de acidentes nesse período do ano, haverá uma atenção especial, inclusive com reforço de efetivo. A exemplo da BR 324, por concentrar o maior fluxo de veículos, principalmente, o trecho entre Salvador e Feira de Santana, quanto a BR 101, por conter municípios de grande atração de viajantes.

Fonte: :PRF BA

Operação Lei Seca

O Detran-BA realizou um total de 966 operações de fiscalização de trânsito em Salvador, região metropolitana (RMS) e municípios do interior da Bahia, em 2021. O trabalho das equipes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) resultou em 332 mil abordagens, entre veículos e condutores. O número de blitzes, duas vezes maior que todo o ano passado, reflete a volta das atividades movimentando as vias e estradas baianas.

Seguindo as medidas de prevenção à Covid-19, o teste de alcoolemia foi aplicado apenas em condutores que apresentaram estado de embriaguez. Ao todo, 76.362 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, enquanto 133 condutores foram encaminhados à delegacia por apresentar capacidade psicomotora alterada, de acordo com o que determina o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As operações receberam o apoio da Polícia Militar, retirando de circulação 12.811 veículos irregulares.

Segundo o coordenador de Fiscalização do Detran-BA, André Borges, o trabalho da Operação Lei Seca prossegue durante os festejos de fim do ano, com o objetivo de preservar vidas. “Nossos agentes estarão nas ruas, principalmente à noite, visando inibir a mistura de álcool e direção. Vamos programar novas ações também durante o verão, em que há maior número de eventos para evitar o crescimento de sinistros de trânsito”, ressalta.

Fonte: Detran BA

As chuvas intensas que atingiram a Bahia nos últimos dias são reflexo do fenômeno climático La Niña e do aumento da temperatura das águas no oceano Atlântico. Apesar de comuns nesse período do ano, os temporais tiveram intensidade e duração atípicas.

A Bahia segue em estado de alerta para chuvas intensas, já que há previsão dos temporais persistirem nos próximos dias.

De acordo com os meteorologistas, as enchentes que atingiram cidade do sul da Bahia são consequência das alterações climáticas. Neste ano, além da La Niña mais intensa desde a segunda quinzena de outubro, a elevação de cerca de 1º nas águas da superfície do Atlântico, favoreceram a formação de chuvas na região.

“Foi uma junção de fatores que culminaram nessa tragédia. O principal fator é a La Niña, mas as águas mais aquecidas no Atlântico também potencializam a situação. O aumento da temperatura faz com que as frentes frias avancem mais lentamente, o que leva à formação de chuvas por mais dias consecutivos e em maior volume”, diz Daniela Freitas, meteorologista da Climatempo.

A La Niña é considerada uma anomalia climática, que ocorre, em média, em um intervalo de dois a sete anos e provoca uma série de alterações nos padrões de chuva e temperatura globais. No Brasil, o fenômeno provoca chuvas mais abundantes no Norte e Nordeste. No centro-sul, provoca aumento de temperaturas e seca.

“Estamos no auge da configuração da La Niña, que tem como consequência o aumento de chuvas no nordeste”, diz Naiane Araújo, meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Isso ocorre porque o fenômeno favorece a formação de zonas de convergência do Atlântico Sul, chamadas de ZCAS. Eles são como corredores que se estendem do sul da região amazônica até a área central do Atlântico sul, canalizando a umidade da Amazônia para a Bahia, o que provoca chuvas.

“A formação dessas ZCAS tiveram início em novembro, ou seja, a Bahia já vinha recebendo fortes chuvas há mais de um mês. Assim, os rios já estavam cheios e os solos bastante encharcados e não conseguiram absorver as águas desses novos temporais. Por isso, tivemos essa tragédia”, diz Araújo.

Segundo as meteorologistas, os municípios da região devem continuar em estado de alerta já que há previsão de mais chuvas para os próximos dias.

Fonte: Política Livre
Os dois óbitos mais recentes foram registrados em Itabuna, e confirmados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade.

Subiu para 20 o número de pessoas mortas em decorrência das fortes chuvas que atingiram o sudoeste, sul e extremo sul da Bahia. Em todo o estado, mais de 430 mil pessoas foram afetadas pelo temporal.

Os dados relacionados às vítimas têm sido divulgados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), que contabiliza ao todo 18 mortes. Os dois óbitos mais recentes foram registrados em Itabuna, e confirmados pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade.

A 19ª vítima foi identificada como Felipe Duarte Garcia, de 21 anos. Ele estava sendo procurado desde o domingo (26), quando desapareceu com a enxurrada. O corpo dele foi encontrado às margens do Rio Cachoeira, na região que passa pelo bairro Urbis IV.

Segundo moradores, Felipe foi carregado pela correnteza, enquanto passava pela BR-415. O jovem era morador do bairro Jorge Amado. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento dele.

A 20ª vítima é a Maria das Neves Souza dos Santos, de 33 anos. Ela era moradora da Vila da Paz, que é uma região ribeirinha entre a BR-415 e o Cachoeira, na saída de Itabuna para Ilhéus. Ela estava em casa, no banheiro, quando a estrutura desabou sobre ela na madrugada de domingo (26).

De acordo com a Sudec, a Bahia tem 16.001 pessoas desabrigadas, o que significa dizer que elas precisam ser alojadas pelas prefeituras. Além disso, outras 19.580 ficaram desalojadas, ou seja, também tiveram que abandonar seus imóveis, mas não precisaram de abrigo do município.

A Bahia tem, até esta segunda, 72 municípios em situação de emergência reconhecida. Até o último sábado (25), 25 cidades faziam parte da lista. No entanto, no domingo (26), o governador Rui Costa reconheceu outras 47 nesta condição. Do total, 58 delas estão também em situação de crise por causa das enchentes.

Várias cidades baianas que ficam nas regiões sul e sudoeste também tiveram prejuízos por causa da chuva. As principais cidades atingidas foram Itabuna, Itamaraju, Jucuruçu, Eunápolis, Vitória da Conquista e Teixeira de Freitas.

Fonte: G1

Fonte: Grupo Santo Antonio

 

Fonte: Grupo Santo Antonio

A Justiça Federal seção Bahia, por meio do Plantão Judiciário, proferiu uma liminar, nesta sábado (25), determinando que a União e o Município de Salvador, no prazo improrrogável de 10 (dez) horas, providenciem a emissão do Certificado Nacional de Vacinação de uma fisioterapeuta baiana que tem uma viagem marcada para este domingo (26), para Lisboa (Portugal), país que exige o comprovante para que turistas entrem no país, e ainda não sabe se vai conseguir embarcar. A juíza federal Marianne Bezerra Sathler Borré fixou multa de R$ 5 mil para Secretário de Saúde da capital, Léo Prates, e ao Diretor Geral do DATASUS, caso não haja cumprimento da decisão no prazo.

A mulher entrou com uma ação na Justiça após não conseguir emitir o Certificado Nacional de Vacinação, mesmo já tendo tomado todas as doses da vacina contra a Covid-19, incluindo a dose de reforço. A primeira dose foi aplicada em 15/03/2021, a segunda dose em 12/04/2021 e a dose de reforço em 10/10/2021.

Segundo o advogado Matheus Maciel, sua cliente tenta emitir o certificado, desde outubro, muito antes do ataque hacker à base de dados do Ministério da Saúde, e sempre aparece a mensagem no aplicativo Conecte SUS “Aguarde até 10 dias úteis para que seu registro de vacina apareça no Conecte SUS, caso não aconteça, busque o estabelecimento de saúde onde você tomou a vacina e solicite o registro na Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), Ministério da Saúde”.

Ainda de acordo com o advogado, em 26 de outubro de 2021 a mulher procurou a Secretaria de Saúde do Município de Salvador, quando foi informada que os dados já teriam sido enviados ao Ministério da Saúde, mas não conseguiu o documento.

Logo depois ela abriu uma reclamação na ouvidoria da secretaria, anexando todos os documentos necessários, informando a atendente todas as informações pessoais pedidas e as datas nas quais as três doses foram aplicadas, bem como ressaltando que tinha uma viagem para o exterior no dia 26 de dezembro, neste domingo, e precisaria obrigatoriamente do Certificado Nacional de Vacinação. Entretanto, nada foi resolvido.

Mesmo com a abertura de um processo na justiça e com decisão determinando a emissão do documento, sob pena de multa e de comunicação ao Ministério Público Federal (MPF) para apuração de eventual decorrente do descumprimento de ordem judicial, nem a Secretaria de Saúde de Salvador e nem o DATASUS cumpriram a obrigação até o momento.

Fonte: BNews
Entre as proteínas alternativas, os pescados foram os únicos com variação inferior à das carnes vermelhas, aponta IBGE

A ida ao açougue em 2021 virou um verdadeiro pesadelo às famílias brasileiras. No acumulado do ano, as carnes ficaram 9,98% mais caras e as aves e os ovos, possíveis proteínas substitutas, dispararam 24,8% no mesmo período.

As variações foram apresentadas nesta semana pelo IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15), que apontam para uma inflação de 10,4% no acumulado dos últimos 12 meses, a maior alta anual desde 2015.

Conforme os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a alta no preço das carnes foi guiada pelos cortes filé-mignon (+25,23%) e peito (15,11%).

Conforme os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a alta no preço das carnes foi guiada pelos cortes filé-mignon (+25,23%) e peito (15,11%).

Os preços da alcatra, do patinho, da picanha e do contrafilé têm variações que superam os 14%. Na sequência, aparecem a pá, o chã de dentro, o músculo, o cupim, a carne de carneiro e o lagarto comum, todos com altas maiores do que 12% desde janeiro.

A costela (+9,97%), o fígado (+9,25%), o acém (+8,64%) e o lagarto redondo (+6,82%) figuram com altas inferiores à variação total das carnes no acumulado dos últimos 12 meses.

Por outro lado, ficaram mais baratos ao longo deste ano os preços cobrados pela capa de filé e da carne de porco, que registraram deflação de, respectivamente, 4,03% e 5,4%.

Substitutos

Potenciais fontes de proteína para substituir as carnes vermelhas, as aves e os ovos (+24,82%) e as carnes e peixes industrializados (+12,44) aparecem com variações maiores de preço ao longo dos últimos 12 meses. No período, o frango inteiro saltou 20,11%, enquanto a opção em pedaços disparou 31,93%.

Outra fonte alternativa de proteína, os ovos ficaram 13,77% mais caros no último ano. Os pescados, por sua vez, têm uma variação de 6,45% no período e podem ser uma boa opção para o bolso.

Ainda que só o caranguejo (-0,41%) tenha apresentado variação negativa de preço no ano, a corvina (+0,68), a anchova (+1,66%), o camarão (+3,4%), o cação (+5,31%) e a merluza (+7%) são exemplos de proteínas com variação inferior à apresentada pelas carnes.

Fonte: R7
Segundo Sudec, estado tem 16.001 desabrigados pelas chuvas, 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. Órgão também informou que número de feridos não foi alterado.

Mais de 430 mil pessoas foram afetadas pela forte chuva que atinge a Bahia, segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), divulgadas no início deste domingo (26). O número de desabrigados e desalojados também subiu.

De acordo com a Sudec, o estado tem 16.001 desabrigados pelas chuvas, 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos. A divulgação dos números ocorreu durante reunião de monitoramento e alinhamento, realizada na base de apoio às vítimas das chuvas, montada em Ilhéus, no sul do estado.

O órgão também informou que o número de feridos (286) não foi alterado, em relação ao boletim anterior, por falta de informações atualizadas. A população total afetada é estimada em 430.869 pessoas.

Participaram da reunião o governador Rui Costa, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Adson Marchesini, o superintendente da Defesa Civil do Estado, coronel Carlos Miguel de Almeida filho, e outras autoridades e representantes dos órgãos de apoio e socorro às cidades afetadas.

A Bahia tem, neste momento, 72 municípios em situação de emergência reconhecida. Até sábado (25), 25 cidades faziam parte da lista, mas neste domingo, o governador Rui Costa reconheceu outras 47 nesta condição. Do total, 58 delas estão também em situação de crise por causa das enchentes.

Fonte: G1

Em Ilhéus, na tarde deste domingo, o governador Rui Costa assinou novo decreto estadual que inclui mais 47 cidades na lista de municípios em situação de emergência em decorrência das chuvas intensas que atingem a Bahia neste mês de dezembro. Até ontem, 25 cidades faziam parte da lista. Com a atualização de hoje, já são 72 as cidades baianas nas quais os efeitos da chuva resultaram na medida.

Passam a fazer parte da lista os municípios de Anagé, Angical, Arataca, Aurelino Leal, Barra do Choça, Belo Campo, Brejolândia, Caatiba, Caetanos, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Cotegipe, Dário Meira, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Governador Mangabeira, Ibicaraí, Ibipeba, Igrapiúna, Iguaí, Ipiaú, Itabuna, Itaju do Colônia, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itaquara, Itororó, Jequié, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Manoel Vitorino, Marcionílio Souza, Milagres, Pau Brasil, Poções, Santanópolis, Santa Inês, Sapeaçu, Ubaíra, Ubatã, Uruçuca, Valença, Vitória da Conquista e Wanderley.

Já estavam em situação de emergência as cidades de Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Encruzilhada, Guaratinga, Ibicuí, Ibirapuã, Ilhéus, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Macarani, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vereda.
O decreto assinado pelo governador Rui Costa será publicado ainda neste domingo na versão digital do Diário Oficial do Estado e tem validade de 90 dias. Com a publicação, fica autorizada a mobilização de todos os órgãos estaduais para apoiar as ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução das cidades.

Ampliação da força-tarefa

Com o aumento do número de cidades atingidas pelas fortes chuvas, o Governo do Estado ampliou mais uma vez a estrutura de apoio às vítimas. Além de Ilhéus, as cidades de Itapetinga, Vitória da Conquista, Ipiaú e Santa Inês também contam com postos avançados para facilitar o trabalho dos bombeiros. Em Itamaraju, continua funcionando o gabinete avançado do Estado para dar assistência aos municípios do extremo sul.Até o momento, o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia confirmou 18 mortes em decorrência das chuvas. O governador Rui Costa está no sul da Bahia desde a manhã deste domingo (26), sobrevoando regiões alagadas e se reunindo com as equipes de socorro para tomar decisões de emergência.

Fonte: Secom BA

A Prefeitura de Cotegipe, por meio da Secretaria de Infraestrutura, informa que, diante das fortes chuvas que têm caído no município, as estradas que dão acesso às diversas comunidades estão sendo deterioradas.

As obras de recuperação e manutenção das mesmas estão previstas para acontecer assim que diminuírem as chuvas, conforme acontece todos os anos da atual gestão. 

Esperamos contar com a compreensão de todos os moradores e ressalta o anseio para amenizar esse problema o quanto antes.

Fonte: Prefeitura de Cotegipe, Secretaria de Infraestrutura

Na noite de ontem sábado, 25, pouco depois das 19h, uma colisão envolvendo um GM Astra e um Toyota Corolla, deixou dois feridos na avenida JK, cruzamento com a rua Rio de Ondas, no bairro Tropical Ville, na cidade de LEM.

O Corolla trafegava pela rua Rio de Ondas e após atingir o GM Corsa que tefagava pela avenida JK, acabou capotando.

O SAMU socorreu uma vítima de ambos os veículos para a UPA, os demais ocupantes dos veículos não se feriram.  A SUTRANS registrou a ocorrência. 

Fonte: Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares

Imagens flagradas neste domingo, 26, mostram a BA 465, que liga a cidade de Angical ao distrito de Missão de Aricobé, interditada devido a fortes chuvas que caíram nestes últimos dias na região, próximo ao povoado de São Joaquim.

Se você pretende viajar para aquele região, aguarde um pouco mais. 

Fonte: Reportagem de Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares

Em atenção à solicitação da Defesa Civil, equipes do 17º Grupamento de Bombeiros Militar (17º GBM) se reuniram com autoridades locais de Formosa do Rio Preto, na última sexta-feira (24), a fim de discutir medidas de prevenção em razão do período chuvoso.

A força-tarefa visitou a barragem do povoado de Buriti, além de bairros que estão em áreas de risco para inundação.

Locais que servirão como abrigo para eventuais necessidades estão à disposição da Defesa Civil do município.

Também em alerta, o 17º GBM mantém equipes prontas para atuação em caso e emergências.

Fonte: 17º GBM

Um gato foi resgatado por bombeiros militares do 17º Grupamento (17º GBM), no último sábado (25), depois de ficar preso no chassi de uma caminhonete, em Barreiras.

A ocorrência foi atendida na sede do grupamento. O dono do veículo buscou a ajuda dos bombeiros ao ouvir os miados e não conseguir localizar o animal.

Por conta do difícil acesso às estruturas do veículo, os militares precisaram colocar a caminhonete numa rampa e empregar várias técnicas para encontrar o felino.

O trabalho durou quase duas horas e, além da guarnição de serviço, envolveu outras equipes que estavam no quartel. Com muito trabalho, os bombeiros conseguiram retirar o gato da estrutura e colocá-lo novamente em segurança.

Fonte: 17º GBM

Na manhã deste domingo, 26, uma saída de pista foi registrada por internauta, após muita chuva, na rodovia BA 447, trecho entre os municípios de Angical e Barreiras, na altura da localidade de Barreiras Norte, não houve vítimas.

Fonte: Reportagem de Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares

Na manhã deste sábado de natal, 25, a PMBA, policiais militares da 84ª CIPM, realizou a distribuição de brinquedos a crianças em comunidade carente de Barreiras.

Os brinquedos foram arrecadados na Unidade durante a campanha “Natal solidário” que tem como objetivo arrecadar e distribuir brinquedos a crianças carentes durante o período natalino.

A ação que foi realizada no bairro Nova Conquista, contemplou dezenas de crianças daquela Comunidade.

É um gesto simples e singelo que leva aos mais carentes alegria e esperança em uma data tão importante, além de enaltecer a atuação da PMBA e contribuir para o fortalecimento da sua imagem institucional da Corporação.

Fonte: Ascom 84ª CIPM

Na noite de sexta-feira, 24, por volta das 21h, policiais militares da 84ª CIPM, ao realizarem rondas preventivas pela cidade, deparou-se com uma ocorrência de acidente de trânsito (colisão), onde ao abordar as partes envolvidas, uma delas alegou que o condutor do outro veículo, após a colisão pegou uma arma no veículo e colocou na cintura nas imediações da Praça da Rodoviária no centro da cidade de Angical.

Diante da informação, a guarnição procedeu com a busca nos veículos envolvidos, tendo encontrado em um deles uma pistola marca Taurus PT TH9 calibre 9mm, municiada com 06 cartuchos intactos do mesmo calibre.

foi dada voz de prisão ao proprietário da arma, sendo conduzido e apresentado na Delegacia de Polícia em Barreiras todos os envolvidos juntamente com o material bélico apreendido, para a adoção das medidas legais cabíveis.

Fonte: 84ª CIPM

O governo federal começará a pagar o Auxílio Gás a partir do dia 18 de janeiro a 5,4 milhões de famílias em todo o país que fazem parte do programa Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família.

Nesta segunda-feira (27), 108 mil atingidos pelas chuvas na Bahia e em Minas Gerais já terão acesso ao benefício.

O pagamento do vale-gás, no valor de R$ 52, é feito pela Caixa Econômica Federal. Inicialmente, o Ministério da Cidadania havia informado que o auxílio seria pago a partir dezembro para todas as famílias, o que não ocorreu. As famílias que terão o benefício nesta segunda fazem parte de uma lista de cem municípios que tiveram o estado de calamidade pública decretado.

Para receber o auxílio, o beneficiário irá usar os mesmos cartões e senhas utilizados para o saque dos valores do Auxílio Brasil. A regra vale tanto para quem vai sacar o benefício nesta segunda quanto para quem vai ter acesso ao vale-gás em janeiro.

Segundo a Caixa, as famílias que já recebiam o Bolsa Família pelo aplicativo Caixa Tem, na poupança digital, poderão continuar movimentando seu benefício pelo aplicativo. É possível fazer o saque também nos caixas eletrônicos, nas lotéricas e nos correspondentes Caixa Aqui, além das agências da Caixa.

No mês que vem, o dinheiro poderá ser sacado a partir do dia 18, seguindo o calendário do Auxílio Brasil. Os valores são liberados conforme o final do NIS (Número de Identificação Social). O dinheiro cai na conta de dois em dois meses.

A consulta para saber se vai receber pode ser feita em três canais diferentes de atendimento: pelos aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem ou por telefone, no Atendimento Caixa ao Cidadão, por meio do telefone 111.

Têm direito ao benefício as famílias inscritas no CadÚnico com renda familiar mensal per capita (por pessoa da família) menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 550 neste ano). Também serão beneficiadas as famílias com integrantes no BPC. O valor recebido de Auxílio Brasil não vai contar na análise do critério de renda familiar.

Segundo o Ministério da Cidadania, haverá revisão mensal da lista de quem pode ou não receber os valores. Famílias que atendem aos critérios e tenham mulheres vítimas de violência doméstica sob monitoramento de medidas protetivas de urgência têm prioridade.

Ao todo, serão gastos, inicialmente, R$ 300 milhões para o pagamento do Auxílio Gás. O valor foi liberado na última quarta-feira (22) pelo governo Bolsonaro. Segundo a Cidadania, o programa tem como objetivo diminuir o efeito do preço do GLP (gás liquefeito de petróleo) sobre o orçamento das famílias de baixa renda.

Pela lei que criou o vale-gás, o valor a ser pago de auxílio tem como base o preço do botijão de gás de 13 quilos conforme levantamento feito pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) com base nos últimos seis meses. A publicação dos valores do botijão deve ocorrer até o décimo dia útil do mês de pagamento.

Pesquisa feita pela ANP mostra que, entre os dias 12 e 18 de dezembro, o preço médio do botijão de gás no país estava em R$ 102. O valor mínimo é R$ 78, mas há locais onde o botijão pode chegar a R$ 140. No estado de São Paulo, o preço médio é de R$ 100,20.

CADASTRO PARA O PAGAMENTO

Não haverá abertura de cadastro para receber o benefício. O governo utiliza as informações do CadÚnico para definir os beneficiários. Pela lei, o programa será financiado com recursos dos royalties da União na produção de petróleo e gás natural sob o regime de partilha de produção, de parte da venda do excedente em óleo da União e bônus de assinatura nas licitações de áreas para a exploração de petróleo e de gás natural.

A Petrobras também anunciou, no início de dezembro, o pagamento de um vale-gás de R$ 100 para 300 mil famílias em todo o país que fazem parte de programas sociais de atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade social nas comunidades próximas à atuação da Petrobras e que participem de projetos ligados à estatal.

No estado de São Paulo, o governador João Doria (PSDB) começou a pagar um vale-gás de R$ 100 a famílias em situação de vulnerabilidade no mês de julho. Ao todo, mais de 104 mil foram beneficiadas com o dinheiro, pago de dois em dois meses.

Também não houve inscrições para o benefício e os valores foram liberados a quem já fazia parte dos cadastros de assistência dos governos federal, estadual e municipais.

VEJA O CALENDÁRIO DE PAGAMENTOS EM JANEIRO DE 2022:
 

Final do NIS - Data do pagamento

1 - 18/jan

2 - 19/jan

3 - 20/jan

4 - 21/jan

5 - 24/jan

6 - 25/jan

7 - 26/jan

8 - 27/jan

9 - 28/jan

0 - 31/jan

Fonte: Bahia Notícias
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |