Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: Grupo Santo Antonio



O prefeito Humberto Santa Cruz se reuniu na tarde da última sexta-feira, 16, em Barreiras, com o Coronel PM Anselmo Alves Brandão, comandante geral da Polícia Militar da Bahia, para a assinatura do termo de cooperação técnica para integração da Polícia Militar com o Centro de Controle e Operações (CCO).

O objetivo desta integração, segundo o prefeito, é fazer com que toda infraestrutura do CCO seja utilizada pela PM no seu dia-a-dia. O termo de cooperação técnica é resultado, primeiro, da visita do Governador Rui Costa ao CCO, durante a Bahia Farm Show e posteriormente do encontro do prefeito Humberto Santa Cruz com o secretário de Segurança do Estado da Bahia, Maurício Barbosa, oportunidades em que foi possível apresentar in loco as funcionalidades do CCO.

“Todo sistema de videomonitoramento a disposição no CCO, além de uma ferramenta de prevenção é um importante aliado para a segurança pública de nossa cidade”, observa o prefeito Humberto Santa Cruz, reiterando que através das cerca de 700 câmeras de videomonitoramento instaladas nas ruas, escolas municipais e unidades básicas de saúde, é possível detectar e inibir, por exemplo, atos de vandalismo nas escolas, flagrar atos de violência e acidentes nas ruas, detectar buracos e lançamento de esgoto nas vias, entre outras possibilidades.

O Centro de Controle e Operações (CCO) de Luís Eduardo Magalhães também capta imagens de aproximadamente 60 câmeras speed dome de monitoramento urbano, tidas como as câmeras de segurança mais moderna quando o assunto é visualização.

Nesta segunda-feira, uma nova reunião, entre o Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Luís Eduardo Magalhães, Marçal Tsukamoto e representantes da Polícia Militar na Bahia servirá para ajustar como será efetivada esta integração.

Fonte: Ascom Prefeitura de LEM



Proprietários de empresas precisam ficar atentos para não cair no golpe do falso boleto. A prática criminosa, que faz emissão de nota fiscal foi registrada em Luís Eduardo Magalhães. Um empresário do ramo agrícola do bairro Santa Cruz procurou a redação do Blog do Sigi Vilares para fazer um alerta a todo comércio local de um golpe que tentaram aplicar nesta segunda-feira (19) com um dos seus clientes.

Segundo relato da vítima que preferiu preservar sua identidade, após ser emitida uma nota fiscal no valor de aproximadamente R$ 2 mil reais foi surpreendido por criminosos que clonaram o documento e reenviaram para seu cliente avisando para desconsiderar o boleto anterior. A estratégia dos bandidos foi chamar atenção informando que foi dado um desconto referente aos impostos de PIS/COFINS. O detalhe da ação criminosa é que no boleto havia uma conta bancária diferente do boleto original.

Desconfiado da situação, o cliente manteve contato com o empresário para relatar o ocorrido e foi constatado que houve uma clonagem e o depósito seria realizado em uma das contas dos estelionatários.

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), orienta que, ao receber um falso boleto para pagamento, é aconselhável que a pessoa registre a ocorrência no Procon e até mesmo na delegacia.

Este procedimento é importante para resguardar o empresário. Com o registro da ocorrência há a garantia de direitos preservados em qualquer outra eventualidade que possa surgir.

Fonte: SigiVilares
19
Set / 2016

Motivacional!

Fonte: YouTube

O exército dos Estados Unidos admitiu ter atacado acidentalmente forças do governo sírio, mas garantiu ter interrompido a operação após ter sido informado pela Rússia de que as bombas poderiam ter atingido forças do governo sírio. Segundo o exército, os ataques tinham como alvo o Estado Islâmico. A declaração do Comando Central dos Estados Unidos foi emitida na tarde deste sábado, após a Síria e a Rússia comunicarem o ataque a uma base militar síria próxima do aeroporto de Deir el-Zour, local cercado por militantes do Estado Islâmico.

O bombardeio, feito com dois caças F-16 e dois A-10, deixou 62 soldados mortos e mais de 100 feridos. De acordo com os Estados Unidos, "o ataque aéreo foi imediatamente interrompido quando oficiais da coalizão foram informados por seus pares russos de que era possível que os alvos atingidos fizessem parte do exército sírio".

A nota ainda diz que "as forças da coalizão jamais atacariam intencionalmente uma unidade do exército da Síria". Durante os cinco anos de guerra civil na Síria, não há indícios de que os Estados Unidos tenham atacado diretamente as forças do presidente sírio Bashar Assad, mas o ocorrido de hoje deixou o governo indignado. A Síria fala em um "ataque grave e flagrante na Síria e seus militares" e diz que o ato foi "uma prova do apoio dos EUA ao Daesh e outros grupos terroristas".

Daesh é o acrônimo árabe para o Estado Islâmico. O ataque supostamente acidental acontece na mesma semana em que os Estados Unidos e Rússia iniciaram um acordo de cessar-fogo na Síria. Apesar de dezenas de violações, o acordo vem se mantendo, mesmo com a Organização das Nações Unidas (ONU) acusando o governo sírio de impedir a chegada de ajuda humanitária na cidade de Alepo, a mais fragilizada pela guerra. O governo sírio, por outro lado, diz ter feito todo o esforço necessário para facilitar a chegada de ajuda, mas grupos rebeldes teriam colocado fogo nas rotas que levam até Alepo.

Fonte: Bahia Notícias

O crescimento no número de transplantes perdeu fôlego com a crise econômica e deve crescer em ritmo menor que o número de doadores. A projeção do Ministério da saúde para este ano é de que o transplante de órgãos sólidos caia de 7.772 para 7.550 em relação a 2015.

Esta é a primeira queda desde 2005. Os dados foram apresentados neste sábado (17), durante o lançamento da campanha nacional de Doação de Órgãos. A coordenadora do Sistema Nacional de Transplante, Rosana Rios Nothem, explicou que, apesar da diminuição desse tipo de transplantes, o crescimento segue sustentável.

A projeção do Ministério da Saúde para este ano é 24.182 transplantes, 600 a mais que em 2015. Em 2014, foram 23.227. "Em um contexto de crise é perfeitamente esperado, os estados estão passando por dificuldades, qualquer modalidade assistencial acaba sofrendo algum revés. E o transplante é uma modalidade assistencial cara, de difícil absorção tecnológica".

Cerca de 42.523 mil pessoas aguardavam na fila para transplante até 30 de junho deste ano. Em 2015, havia 41.236 pessoas na lista de espera. Outro grande desafio do sistema é o de diagnóstico e certificação em tempo hábil da morte encefálica, quando o coração continua batendo, mas o cérebro deixa de funcionar. Atualmente, 30% das pessoas com mortes encefálicas acabam tendo seus órgãos doados. Boa parte dos casos em que não há doação, deve-se à recusa familiar. A projeção anual considerando o 1º semestre é de que das cerca de 9,86 mil notificações de morte encefálica, 2,87 mil são doadores efetivos.

Fonte: Agência Brasil

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

O governo federal investiu, em 2015, quase R$ 1 bilhão em assistência estudantil, valor 61,22% maior do que o registrado em 2013. O Ministério da Educação considera assistência estudantil programas voltados para garantir a permanência de alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica nas universidades. Apesar do alto investimento, não há dados concretos sobre o número de universitários beneficiados pelas ações. As 11 maiores universidades do país gastam, em média, 2,17% dos seus orçamentos com as políticas de assistência. Entre elas, é registrada uma média de 30% universitários beneficiados. Dados do ministério mostram investimento de R$ 617,5 milhões em 2013 contra R$ 995,5 milhões em 2015. Segundo a pasta, em  2015 foi iniciada a elaboração de metodologia para identificar quantos alunos são atendidos. 

Fonte: G1

A Receita Federal vai cobrar mais de R$ 10 bilhões dos investigados na Operação Lava Jato - força-tarefa do Ministério Público Federal, Polícia Federal e da própria Receita que apura esquema de cartel e corrupção na Petrobrás. A investida dos agentes federais de Curitiba levou o órgão do Ministério da Fazenda a estimar o montante sonegado em tributos da União e fraudes fiscais.

A maior parte desse valor refere-se a impostos não recolhidos, entre 2010 e 2014, por 28 empreiteiras acusadas de corrupção, acrescidos de juros e multas. "Tínhamos a previsão de que os lançamentos tributários atingiriam R$ 1 bilhão, mas, em apenas um ano de apuração, esse valor já foi superado.

Possivelmente superaremos um crédito tributário (impostos, juros e multas) total constituído de mais de R$ 10 bilhões", afirmou ao Estado o coordenador-geral do Setor de Investigação da Receita, Gerson D'Agord Schaan. O foco são os tributos sonegados em movimentações de propinas, lançadas oficialmente como despesas de assessorias ou consultorias - muitas delas empresas de fachada, como as do doleiro Alberto Youssef (MO Consultoria, GFD Investimentos e Rigidez Empreiteira).

Desde que foi deflagrada, em março de 2014, a Lava Jato relacionou pelo menos 34 empresas suspeitas de serem de fachada ou "noteiras" - criadas somente para emitir notas - que movimentaram, no mínimo, R$ 2,5 bilhões, em sua maioria provenientes de empreiteiras com contratos com a Petrobrás. Executivos, políticos, agentes públicos e operadores financeiros são alvo dessas ações fiscais da Receita desde 2015.

O rombo foi rastreado pela Receita em investigação conjunta com policiais federais e procuradores por meio da identificação de serviços fictícios, uso de notas frias, contas secretas no exterior e bens em nome de terceiros ou empresas offshores. O trabalho é resultado das descobertas de fraudes financeiras na Petrobrás - um prejuízo para a estatal estimado, entre 2004 e 2014, em R$ 42 bilhões, de acordo com a PF.

"O tipo mais recorrente que gerou os maiores valores de autuação até aqui foi o pagamento de contratos de serviços fictícios, despesa indedutível e pagamento sem causa", afirmou o chefe do Escritório de Investigação da Receita, em Curitiba, Roberto Leonel de Oliveira Lima. "As empresas contabilizavam pagamentos por serviços jamais executados, sob diversas denominações, como assessoria, consultoria, engenharia, para dissimular efetivos pagamentos de vantagens indevidas ou propinas", disse Lima.

Nesses casos, as empreiteiras são cobradas em 35% do Imposto de Renda retido na fonte sobre o valor pago sem causa e mais 150% de multa por fraude e juros. A cooperação entre Receita, Ministério Público Federal e Polícia Federal sustenta os trabalhos de investigação da força-tarefa. "A Operação Lava Jato é um marco histórico pela forma integrada na qual desenvolvemos a investigação, cada qual na sua área", afirmou Schaan. Só da Receita são 75 auditores fiscais destacados para a Equipe Especial de Fiscalização da Lava Jato.

Fonte: Bahia Notícias

Criar um país sem heterossexuais. Esta é a ideia inusitada e, no mínimo, radical de Viktor Zimmermann, ativista dos direitos LGBT, para que a comunidade se livre da homofobia. Ele, que integra a Gay Homeland Foundation, defende a criação de um Estado-nação que seria refúgio seguro para milhões de homossexuais no mundo. "Muitos homossexuais no planeta vivem em circunstâncias perigosas; sua segurança física é ameaçada diariamente; seus empregos são inseguros; suas famílias os ameaçam ou tentam forçá¬-los a se casar", afirmou em entrevista à revista Vice. Para abrigar este país, sugere um local com “terra barata e habitável” e à “beira-mar”, como na América do Sul. A nação, que seria um Estado sem território, forneceria comida e moradia para refugiados homossexuais. O ativista, entretanto, não descarta a possibilidade de heterossexuais poderem viver no país. Entretanto, teriam que ser em número reduzido e sem poderes.

Fonte: LGBT PT

Uma criança de 1 ano e 8 meses teve traumatismo craniano após uma TV de 29 polegadas cair sobre ela, no Distrito Federal. O menino está internado em estado grave, na UTI do Hospital de Base do DF e, na manhã deste domingo (18), permanecia inconsciente, mesmo quadro de quando chegou à unidade. De acordo com informações do G1, o incidente ocorreu na tarde de sábado. O garoto foi socorrido e levado primeiramente para o Hospital de Sobradinho e, depois transferido para o Hospital de Base. Apesar da gravidade do caso, os médicos descartaram necessidade de cirurgia. Os bombeiros não souberam informar as circunstâncias do ocorrido.

Fonte: G1

Investigadores continuam neste domingo tentando descobrir quem plantou uma bomba que abalou um movimentado bairro de Nova York e a motivação do ataque, vasculhando estilhaços, vestígios forenses e vídeos das câmeras de segurança em busca de possíveis ligações com um dispositivo de panela de pressão não detonado encontrado a poucos quarteirões de distância.

Ainda parecia haver mais perguntas que respostas após a explosão que feriu 29 pessoas em Manhattan na noite de sábado. Todas as vítimas já foram liberadas do hospital. "Nós sabemos apenas que houve um ataque a bomba", disse o prefeito Bill de Blasio, em apresentação na sede do Departamento de Polícia de Nova York. "Isso é o que sabemos de fato."

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, do Partido Democrata, que visitou o local da explosão no bairro de Chelsea, em Manhattan, afirmou que não parece haver qualquer ligação com o terrorismo internacional. Cuomo disse que um segundo dispositivo encontrado a algumas quadras de distância do local da explosão parecia ter desenho similar ao primeiro.

O dispositivo - descrito por um oficial como uma panela de pressão com fios e um telefone celular ligado a ele - foi removido na madrugada de domingo por um robô do esquadrão de bombas e está sendo examinado por especialistas forenses. O oficial falou sob condição de anonimato, porque não estava autorizado a falar publicamente sobre a investigação em curso. A explosão de uma bomba caseira em Seaside Park, em Nova Jersey, antes de uma corrida de caridade para beneficiar fuzileiros navais e marinheiros, também no sábado, não parecia ter ligação com o ataque em Manhattan.

A bomba tinha materiais da que explodiu em Chelsea, disseram as autoridades, que ponderaram, entretanto, que não estavam descartando nenhuma hipótese ainda. A corrida foi cancelada e ninguém ficou ferido. O dispositivo que explodiu em Nova Jersey continha evidências de um pó preto, enquanto o dispositivo que explodiu em Manhattan tinha resíduos de um explosivo chamado Tannerite, segundo uma autoridade federal, que também pediu para não ser identificada.

O atentado abalou no sábado o bairro de Chelsea, uma parte predominantemente residencial de lado oeste de Manhattan conhecida por suas galerias de arte e pela grande população gay. Testemunhas descreveram uma explosão ensurdecedora, e vídeos das câmeras de segurança capturaram imagens de janelas de locais próximos quebrando e de pessoas correndo para longe do local da explosão.

Os membros da Força-Tarefa conjunta de terrorismo do FBI investigam a explosão junto com detetives do Departamento de Polícia de Nova York, bombeiros e outros investigadores federais. Como precaução, Cuomo disse que estava colocando um adicional de 1 mil patrulheiros do Estado e membros da Guarda Nacional em toda a cidade de Nova York.

O primeiro dispositivo, que explodiu na rua West 23rd por volta das 20h30 (horário local), parecia ter sido montado a partir de um dispositivo explosivo improvisado colocado dentro de uma caixa de ferramentas na frente de um edifício em construção, segundo um dos oficiais. O segundo dispositivo, encontrado mais tarde dentro de um saco plástico na rua West 27th, parecia ser uma panela de pressão com fios e um celular. Investigadores federais em Quantico, Virginia, vão examinar evidências das explosões em Nova York e Nova Jersey. Fonte: Associated Press.

Fonte: Bahia Notícias

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) e a União Ciclística Internacional (UCI) vão abrir investigação para apurar o que pode ter causado o acidente que matou o ciclista iraniano Bahman Golbarnezhad durante a prova de ciclismo de estrada C4-5, nas Paralimpíadas do Rio.

De acordo com o presidente do Comitê Paralímpico do Irã, Masoudi Ashrafi, foi pedido um laudo com detalhes sobre o que teria acontecido. Ashrafi apontou que também pediu ajuda ao IPC para levar o corpo do ciclista o mais rápido possível ao seu país.

“Tivemos uma reunião a respeito. Durante a reunião, foram pedidas duas coisas: queríamos levar o corpo dele para o Irã e pedimos um laudo por parte do IPC para sabermos detalhes da ocorrência”, disse, de acordo com a Avenida Brasil. O acidente aconteceu às 10h35 da manhã em Grumari, no km 34 da Estrada da Guanabara.

O ciclista caiu em uma curva e foi projetado em uma vala com 2 metros de profundidade. De acordo com porta-voz da Rio 2016, Mário Andrada, o iraniano demorou dois minutos para ser atendido. "No atendimento, foi constatado que ele tinha danos significativos no capacete e traumatismo craniano. Ele foi [levado de] ambulância.

Durante o transporte, ele piorou, entrou em estado de sonolência, letargia e teve uma parada cardíaca. Foi, então, levado ao hospital mais próximo. No Hospital da Unimed, ele teve uma segunda parada cardíaca e faleceu. Às 11h50, foi declarado o óbito".

Fonte: Lance









A sede municipal de Barreiras conta hoje com 42% de cobertura do serviço de esgotamento sanitário. Em dois anos, desde a entrada em operação da ampliação do sistema que atende a cidade, foi possível atender 20 mil famílias com coleta e tratamento dos esgotos domésticos. Para sair dos 8% de cobertura e chegar a este índice, o Governo do Estado e a Embasa investiram R$ 109 milhões, sendo R$ 78 milhões recursos financiados via FGTS/Caixa Econômica Federal e R$ 31 milhões próprios da empresa.

Para aumentar este índice de cobertura, estão sendo investidos mais R$ 3,5 milhões destinados à execução, somente este ano, de mais 6 mil novas ligações de esgoto em Barreiras. Considerada um dos maiores investimentos de esgotamento sanitário em toda a Bahia, a obra de ampliação reformulou o sistema já existente na cidade ao construir uma moderna estação de tratamento de esgoto - com capacidade para processar uma vazão média de 266 litros/segundo - cinco novas estações elevatórias (estruturas para bombear o esgoto para tratamento) e 263 quilômetros de rede coletora implantada em 30 bairros de Barreiras.

Embora a obra já esteja concluída e em operação, o gerente regional da Embasa, Francisco Araújo Andrade, explica que o desafio é aumentar a cobertura e mobilizar a população a interligar os seus imóveis à rede. “O sistema já está em operação há dois anos e, para se ter uma ideia, no Centro Comercial, muitos imóveis comerciais ainda continuam jogando os seus esgotos na rua”. Com o avanço gradativo dos testes e das ligações dos imóveis à rede coletora já instalada, a previsão é que a cobertura atinja 65% de toda a sede municipal, beneficiando cerca de 90 mil pessoas. 

Sobre a tarifa de esgoto - Esta cobrança está respaldada na Lei Estadual nº 7.307, de 1998, regulamentada pelo Decreto de Lei nº 7.765, de 2000, que determina a tarifa de esgoto em 80% do valor de água consumida no mês para usuários de redes coletoras convencionais. A legislação informa que a cobrança é para cobrir os custos de operação, manutenção, depreciação, provisão de devedores, amortização de despesas e remuneração de investimentos. Já a Lei Nacional de Saneamento Básico nº 11.445 de 2007 permite e exige a cobrança, por meio da tarifa de água e esgoto, para que as concessionárias garantam o equilíbrio econômico-financeiro para a prestação dos serviços.

Em Barreiras, cerca de 70% da população paga a faixa mínima de consumo (até 10 mil litros de água). Aqueles enquadrados na tarifa residencial normal, cuja faixa mínima custa R$ 25,30, passam a remunerar pelos serviços de água e esgoto R$ 45,54 por mês. Os inscritos no programa Bolsa Família, beneficiados pela tarifa social, pagam R$ 11,30 na tarifa de água e, com o atendimento de esgoto, remuneram R$ 20,34 mensais. Estudos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sobre impactos da economia na renda da população, mostram que os serviços de água e esgoto, juntos, impactam menos na renda mensal familiar do que outros serviços essenciais como energia elétrica, transporte público, combustível, internet e telefonia móvel, por exemplo.

Fonte: Ascom Embasa


Hasteamento das bandeiras de LEM, Bahia, Brasil, Rio Grande do Sul e do CTG Sinuelo dos Gerais


A programação da Semana Farroupilha do CTG Sinuelo dos Gerais se extende até a próxima terça-feira, 20 de setembro


Prefeito Humberto Santa Cruz e as prendas do Sinuelo dos Gerais


Vestido com as roupas típicas do gaúcho, o prefeito Humberto Santa Cruz disse que a comemoração da Semana Farroupilha é motivo de orgulho para LEM

O prefeito Humberto Santa Cruz vestiu bombacha, guaiaca e o lenço vermelho para participar na manhã desta terça-feira, 13, da abertura da Semana Farroupilha de Luís Eduardo Magalhães. A solenidade foi realizada no Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo dos Gerais com a presença do patrão do CTG, Marcos Cézar Severo, e demais membros da peonagem, o juiz da Vara Crime da Comarca de Luís Eduardo Magalhães, Dr. Claudemir da Silva Pereira e o Comandante da Companhia de Policiamento Especializado do Cerrado (CIPE-Cerrado), Major Jailson Santos Amâncio.

Em seu pronunciamento, o prefeito Humberto Santa Cruz destacou que a comemoração da Semana Farroupilha é motivo de muito orgulho para todos moradores de Luís Eduardo Magalhães. “Por isso, de coração, desejo que os ideais de liberdade, igualdade e humanidade, marcas da Revolução Farroupilha, mais longa revolução do Brasil, que durou quase dez anos, entre 1835 e 1845, seja uma constante ao longo desta semana, até o dia 20 de setembro”, disse.

A programação da Semana Farroupilha de Luís Eduardo Magalhães continua nesta quarta-feira, 14, com o tradicional jantar italiano e apresentação da Invernada Artística às 20h; na quinta-feira, 15, também a partir das 20h, haverá torneio esportivo de bocha, bolão, cartas e tiro de laço; na sexta-feira, 16, é a vez da tertúlia livre; no sábado, 17, a programação começa as 9h, com uma gincana cultural e as 22h, baile com o grupo Fandangueando; no domingo, 18, as 16h, tem o tradicional desfile gaúcho pelas ruas da cidade e as 18h na Praça Albano Pedro Lauck, no bairro Jardim Paraíso. O encerramento da Semana Farroupilha acontecerá na terça-feira, 20 de setembro, com Missa Crioula as 19h, seguido de jantar as 21h.

Fonte: Ascom Prefeitura de LEM

Fonte: Grupo Santo Antonio

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) negou, nesta segunda-feira (12), que tenha “abandonado” um de seus cachorros de estimação ao se mudar para Porto Alegre (RS). A informação começou a circular depois que um colunista divulgou que o labrador Nego, de 14 anos, foi sacrificado mesmo tendo “condições de sobrevida digna até sua morte natural”. Em nota enviada ao UOL, Dilma afirmou que o cão "foi diagnosticado pelo veterinário como portador de mielopatia degenerativa canina".

A doença, comum em cães de grande porte, gera dificuldades de locomoção. "Há dois meses, o médico recomendou que fosse abreviado o sofrimento do cão, um dos prediletos de Dilma. Relutante, ela adiou a decisão até pouco antes de deixar o Palácio da Alvorada, na semana passada, e mudar-se para Porto Alegre", justifica o comunicado. Nego foi dado a Dilma pelo ex-ministro da Casa Civil José Dirceu em 2005. Dilma cria ainda os labradores Boni, Galego e Princesa e a cadela Fafá, todos adotados.

Fonte: Bahia Notícias

A Câmara dos Deputados rejeitou, nesta segunda-feira (12), a possibilidade de separar as votações de cassação e inelegibilidade de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O pedido de resolução foi feito em questão de ordem pelo principal aliado do ex-presidente da Casa, Carlos Marun (PMDB-MS).

O documento visava assegurar a possibilidade de que, mesmo cassado, Cunha não perdesse o direito de voltar a disputar eleições nos próximos dez anos – como determina a Lei da Ficha Limpa.

O líder do PT na Casa, deputado Afonso Florence (PT), contraditou e defendeu que fosse votado o parecer, objeto de apreciação. Em sua avaliação, o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) negou a questão de ordem de Marun ao determinar que projetos de resolução não são distribuídos nem recebem parecer e que, por isso, não seria objeto de deliberação do plenário.

Marun recorreu da decisão e pediu efeito suspensivo da decisão de Maia, o que obrigou o presidente a questionar ao plenário se a resolução poderia ser aprovada. Para que fosse aceita, seria necessário o apoio de ao menos um terço dos parlamentares presentes.

Visivelmente sem obter o número necessário, a resolução foi rejeitada, apesar dos protestos de Marun e demais aliados do peemedebista. Com a decisão do plenário, Cunha ficará inelegível por dez anos caso seja cassado pela Câmara: dois anos referentes ao resto do seu mandato e outros oito determinados pela Lei da Ficha Limpa.

Fonte: Bahia Notícias

Médicos estrangeiros que atuam no “Programa Mais Médicos” poderão ter contratos renovados por mais três anos. Isso porque o presidente Michel Temer sancionou a lei que prorroga a dispensa de diploma para médicos estrangeiros e brasileiros formados no exterior. Aprovada no fim de agosto na Câmara dos Deputados e no Senado, a legislação estende por mais três anos o prazo no âmbito do programa Mais Médicos. De acordo com o texto, publicado no diário Oficial da União desta terça-feira (13), profissionais intercambistas que atuam no programa continuarão dispensados da validação dos diplomas de medicina e  mantém o direito ao visto temporário para morar e trabalhar no país. 

Fonte: Bahia Notícias
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |