Blog Santo Antônio
Notícias

Os casos de covid-19 continuam crescendo no país, desde meados de abril, e já respondem por 71,2% das ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Os dados são do Boletim InfoGripe, divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com dados inseridos no Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) até o dia 13 de junho.

A análise aponta que a curva nacional de contágio pelo vírus Sars-CoV-2 mantém sinal de crescimento e que a predominância da doença ocorre na população adulta e em crianças e jovens a partir dos cinco anos de idade. Na faixa de zero a quatro anos, verifica-se o predomínio do vírus sincicial respiratório (VSR), seguido de Sars-CoV-2, rinovírus e metapneumovírus.

Segundo o boletim divulgado ontem (21), nas quatro últimas semanas epidemiológicas analisadas, 3,5% dos casos de SRAG com comprovação laboratorial deram positivo para influenza A, 0,3% para influenza B, 12,7% para vírus sincicial respiratório e 71,2% para Sars-CoV-2. Entre os óbitos, 2,6% foram por influenza A, 0% para influenza B, 2,3% para vírus sincicial respiratório (VSR) e 91,9% para Sars-CoV-2.

Os dados apontam que este ano foram registrados 27.302 óbitos de SRAG, sendo que, entre os que tiveram resultado laboratorial positivo para algum vírus respiratório, 3,6% foram por influenza A, 0,1% influenza B, 0,7% de vírus sincicial respiratório (VSR) e 96,4% de Sars-CoV-2.

Estados

Entre as 27 unidades da federação, 17 estão com indícios de crescimento na tendência de SRAG de longo prazo, que inclui as últimas seis semanas analisadas: Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. As outras dez estão com sinal de estabilidade ou queda.

A Fiocruz frisa que, embora não se destaque no dado nacional, o vírus da gripe Influenza A mantém sinal de crescimento em diversas faixas etárias no estado do Rio Grande do Sul.

Nas capitais, 19 apontam para sinal de crescimento da SRAG na tendência de longo prazo: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Plano Piloto e arredores em Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Natal (RN) Porto Alegre (RS), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), São Paulo (SP), Teresina (PI) e Vitória (ES).

Apenas Palmas encontra-se em uma macrorregião de saúde em nível pré-epidêmico e São Luiz em nível epidêmico de SRAG. Das outras capitais, 19 estão em nível alto (Aracaju, Belém, Boa Vista, Campo Grande, Cuiabá, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, Teresina e Vitória), seis em nível muito alto (Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Rio Branco e São Paulo) e nenhuma em nível extremamente alto.

Fonte: Isto É

Fonte: Grupo Santo Antonio
 

 

Fonte: Grupo Santo Antonio

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) anunciou novas regras para o cumprimento de ordens de soltura. As medidas começam nesta segunda-feira (20).

De acordo com o TJ-BA, as alterações são baseadas no Ato Conjunto nº 01/2022, que regulamenta o cumprimento das ordens de soltura expedidas pelo Poder Judiciário do Estado da Bahia (PJ-BA), pelos agentes de custódia vinculados à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e pela Polícia Civil.

A partir desta segunda, a ordem de soltura precisa ter um alvará produzido e assinado eletronicamente pelo Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP) para o procedimento de soltura descrito no normativo. Antes, esse documento não era obrigatório.

Segundo o TJ-BA, a autoridade responsável pela custódia deverá observar se o documento de liberação tem informações sobre mandados de prisão cumpridos não abrangidos pela ordem recebida. Caso esses dados não sejam fornecidos, a soltura não poderá ser feita.

Se as informações forem devidamente fornecidas, o beneficiário deverá imediatamente ser colocado em liberdade, independentemente de verificação de outros sistemas processuais.

Segundo informações da Justiça, ao recusar o cumprimento da soltura, se o documento apresentado não for expedido pelo BNMP, a autoridade responsável pela custódia oficiará ao Juízo para regularização.

O ato foi assinado pelos Corregedores do PJ-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano e Jatahy Júnior; pelo Secretário da Seap, José Antônio Maia Gonçalves e pela Delegada Geral da Polícia Civil da Bahia, Heloísa Campos de Brito.

Fonte: G1

Com a proximidade do maior São João da Bahia, o “Arraiá do Parque 2022”, realizado no Parque Engenheiro Geraldo Rocha, a Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Segurança Cidadã e Trânsito, fará alteração no trânsito para o tráfego de veículos na Ponte Ciro Pedrosa, que liga Barreirinhas/Centro.

No período de 22 a 26 de junho, a partir das 17h, a Ponte Ciro Pedrosa passará a ter sentido único, do Centro para Barreirinhas. No trajeto de Barreirinhas ao Centro, os condutores deverão seguir pela ponte da BR 242 próximo a Dellano.

Vale ressaltar que a BR 242, sentido Galego Lanches e rotatória da Câmara de Vereadores, não será interditada no período das festividades de 22 a 26 de junho.

Fonte: Dircom PMB

As obras de pavimentação em um total de 68 quilômetros de rodovias baianas serão realizadas, em breve, pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra). Entre os trechos a serem asfaltados, os 39 Km da BA-461, que liga o entroncamento da BA-460 até a localidade de Bunge, que passa pelo distrito de Bela Vista, e os 14,8 km do Centro Industrial dos Imbóres, em Vitória da Conquista. As ações beneficiarão o escoamento da produção agrícola e pecuária local no território baiano.

Os serviços ocorrerão em seis regiões baianas, que são: Bacia do Rio Grande; Sudoeste Baiano; Bacia do Rio Corrente; Portal do Sertão; Baixo Sul e Chapada Diamantina. Os avisos de licitação saíram no Diário Oficial do Estado (D.O.E.) da última quinta-feira (16). A próxima etapa, que é a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas, acontecerá até o final do mês de julho. Confira a lista das obras que tiveram o processo licitatório iniciados na quinta (16):

Bacia do Rio Grande
Pavimentação da BA-461, em Luís Eduardo Magalhães, que liga o entroncamento da BA-460 até a localidade de Bunge, passando pelo distrito de Bela Vista. Extensão Total: 39 km.

Sudoeste Baiano
Recuperação e pavimentação do Centro Industrial dos Imborés, em Vitória da Conquista. Extensão: 14,8 km.

Bacia do Rio Corrente
Pavimentação dos acessos ao município de Cocos, que faz ligação com a BR-135. Extensão: 6,2 km.

Portal do Sertão
Pavimentação da BA-499, entre o povoado de Poço e Bonfim de Feira, em Feira de Santana. Extensão: 3,40 km.

Baixo Sul
Pavimentação dos acessos à BR-101 e da travessia urbana das BA’s 250 e 544, em Gandu. Extensão: 2,4 km.

Chapada Diamantina
Pavimentação do Contorno Rodoviário de Barra da Estiva, na BA-142. Extensão: 2,3 km.

Fonte: Ascom/Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra)

As empresas do setor elétrico preveem contar com mais de R? 8 bilhões para iniciar a operação comercial de ao menos 69 novas usinas eólicas na Bahia até janeiro de 2026.

O investimento foi feito através de levantamento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) que considerou os contratos firmados em leilões realizados nos últimos anos pela própria organização e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com os novos empreendimentos o mercado espera ofertar anualmente cerca de 362 megawatts médios para o país. O volume é equivalente a 10% de toda a energia que é consumida em território baiano.

O investimento também deve acrescentar mais 1.466 megawatts de potência ao estado, informou a CCEE, elevando a capacidade instalada para geração de energia eólica na Bahia dos atuais 6.114 megawatts para 7.580 megawatts. 

Na avaliação da CCEE, além do ganho ambiental, o crescimento do tipo de fonte gera emprego e renda, aumenta a confiabilidade do SIN e mantém o setor elétrico brasileiro entre os mais sustentáveis do mundo.

Fonte: Bahia Notícias

Fonte: Grupo Santo Antonio
 

 

Fonte: Grupo Santo Antonio

Um automóvel Pálio/Week, com ocorrência de roubo e que circulava clonado, foi recuperado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na manhã de hoje (18), em Barreiras, na Região Oeste da Bahia.

Equipe da PRF realizava fiscalização na altura do quilômetro 843 da BR 242, quando abordou o carro com placas de Unaí (MG) que estava parado nas proximidades de um ponto de ônibus. O veículo era conduzido por um homem de 41 anos.

Inicialmente, os policiais perguntaram ao motorista se o veículo apresentava alguma pane elétrica ou mecânica e em seguida solicitaram os documentos de porte obrigatório para uma consulta detalhada nos sistemas da PRF.

Após analisar os caracteres identificadores do veículo, os PRFs notaram adulterações e constataram sinais de fraude veicular. Confirmaram se tratar na realidade de um veículo com ‘queixa’ de roubo. O crime aconteceu há exatos 3 anos (18/06/2019), conforme Boletim de Ocorrência registrado na capital federal, em Brasília.

O carro circulava com placas clonadas de outro veículo com características semelhantes.

Questionado, o condutor do automóvel informou que era apenas funcionário de uma fazenda e estava dirigindo o carro a pedido do gerente.

Em seguida, o responsável pela fazenda foi identificado e localizado e após alguns minutos de conversa ele relatou que adquiriu o Pálio através de uma negociação realizada na cidade de Unaí (MG). Disse também que deu um outro carro usado como parte da negociação e mais R$ 12 mil em dinheiro.

Dada às circunstâncias e em razão do fato delituoso pelo crime de receptação, previsto no art. 180 do Código Penal, a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, para formalização dos procedimentos cabíveis.

Fonte: Publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde deste sábado (18), em Barreiras (BA), um homem de 41 anos que possuía mandado de prisão em aberto por crime de roubo qualificado praticado no estado do Amapá.

Equipe fiscalizava na rodovia quando recebeu a informação de um acidente ocorrido na altura do quilômetro 796 da BR 242.

Ao chegar ao local e após realizar consulta aos sistemas policiais, foi constatado que o motorista do Citroen/C4, possuía em seu desfavor um mandado de prisão em aberto decorrente de processo pelo crime previsto no artigo 157 paragrafo §2º, inciso I do Código Penal (roubo qualificado).

O documento foi expedido pela 3ª VARA CRIMINAL E DE AUDITORIA MILITAR DE MACAPÁ - Tribunal de Justiça do Estado do Amapá e tem validade até 2041.

Ele estava em um carro alugado e reside na capital baiana.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao foragido, sendo este apresentado à autoridade competente da Delegacia de Polícia Civil em Barreiras (BA), para que seja encaminhado a Justiça para que se tenha início a prisão preventiva.

Fonte: PRF BA

O presidente Jair Bolsonaro editou hoje (17) uma medida provisória para permitir que a iniciativa privada possa comprar vacinas contra a covid-19 diretamente com os fabricantes.

A medida é decorrência do fim do estado de emergência em saúde pública de importância nacional (Espin), decretado em função da pandemia de covid-19 no Brasil.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, a medida não trará prejuízos ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação.

O órgão justifica que a vacinação no país atingiu doses suficientes para contemplar 100% dos grupos prioritários. Além disso, o Ministério da Saúde mantém contrato com a Pfizer para compra de 100 milhões de doses e a possibilidade de compra adicional de 50 milhões.

"O que se vivenciava em 2021 - ante a escassez de vacinas no Brasil e no mundo, a iniciativa privada não estava autorizada a adquirir vacinas contra a covid-19, em detrimento do Poder Público - se modificou, e a escassez de vacinas restou superada, tendo o Estado sido capaz de ofertar vacinas à população em geral, em quantidade suficiente, conforme dados demonstrados pelo Ministério da Saúde", informou a secretaria.

Fonte: Agência Brasil

Em apenas 72 horas da Operação Corpus Christi, período do feriado prolongado, é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias federais para os mais diversos destinos e o uso do álcool ao volante é uma das maiores preocupações da PRF por ser uma das principais causas de mortes nas rodovias federais.

Para se ter uma ideia, de quarta-feira (15) até ontem (17/06), para evitar a violência no trânsito, os policiais rodoviários federais intensificaram a fiscalização preventiva e já realizaram 3.095 testes de alcoolemia, 2.000% a mais que em 2021, quando foram realizados 147 testes.

42 condutores foram autuados por alcoolemia ao volante nas modalidades constatação e recusa. Os números correspondem a mais de 500% de acréscimo em relação ao feriado do ano passado, quando foram contabilizados 07 motoristas alcoolizados.

Quem bebe e dirige coloca em risco não só sua própria segurança, mas também a dos passageiros e a de terceiros. Dirigir sob o efeito do álcool reduz a capacidade de reação do motorista, colocando em risco a segurança de todos os usuários das rodovias. É preciso que toda a sociedade se conscientize de que beber e dirigir são atividades incompatíveis.

Lembramos que dirigir sob a influência de álcool é um crime previsto no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, se o teor do teste for igual ou superior a 0,3mg de álcool por litro de ar alveolar, ou se o motorista apresenta sinais e sintomas de embriaguez e se recusa ao teste. A pena é de detenção de seis meses a três anos, multa e suspensão da habilitação. A multa tanto para qualquer índice positivo de embriaguez ou recusa ao teste é de R$ 2.934,70 e o condutor pode ter o direito de dirigir suspenso por até 12 meses. Em caso de reincidência em 12 meses, o valor dobra.

A instituição alerta que evitar condutas perigosas no trânsito, acima de tudo, é uma responsabilidade individual de cada motorista, motociclista, ciclista e pedestre, bem como dos passageiros.

Qualquer usuário que presenciar situação de risco ou imprudência nas rodovias federais pode acionar a PRF através do telefone de emergência 191.

Dicas para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Fonte: PRF

Na madrugada deste domingo, 19, uma colisão frontal entre dois veículos na BR 242, altura do KM 871, próximo a cidade de LEM, deixou uma pessoa morta e outras quatro feridas.

Segundo informações, a colisão ocorreu entre um veículo Hyundai HB20 e um VW Gol que teria invadido a pista contrária, colidindo frontalmente. O condutor do veículo Gol identificado por Lucas Alves Nogueira de 30 anos, ficou preso nas ferragens e acabou vindo a óbito no local.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros e duas equipes do SAMU estiveram no local no resgate das vítimas que foram encaminhadas para a UPA de LEM.

A PM e PRF estiveram no local, sendo sinalizado a rodovia e registrado o acidente. O corpo de Lucas Alves foi removido para o IML de Barreiras para a realização de necropsia.

Fonte: log do Sigi Vilares

Equipes do 2º Subgrupamento de Bombeiros Militar (2º SGBM)  foram acionadas em Luís Eduardo Magalhães, na manhã deste domingo (19), para atuar em um derramamento de óleo ocorrido na Avenida JK, próximo a Escola Municipal Cezer Pelissari, no bairro Jardim das Acacias, em LEM.

Para conter a mancha, os militares utilizaram serragem em todo o trecho da pista atingido pelo óleo. O trabalho da guarnição devolveu a segurança da via, tendo em vista que o local registra grande fluxo de veículos.

Não há informações sobre o que causou o vazamento nem informações sobre acidentes.

Fonte: 17º GBM

Ontem, sábado, 18, foram registrados dois homicídios na cidade de Barreiras, provenientes dos bairros Jardim Ouro Branco e Santa Luzia.

Segundo informações, Reinaldy Gomes Lima de 18 anos, foi vítima de ferimentos por arma de fogo, no bairro Santa Luzia. A segunda vítima, um morador de rua, identificado por Aelson Coimbra da Silva, 59 anos, foi vítima de agressão física no Jardim Ouro Branco.

As duas vítimas foram socorridas por equipes do SAMU no local e encaminhados para o Hospital do Oeste e para a UPA, mas ambos não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.

Os dois corpos foram removidos para o IML para serem necropsiados.

Fonte: Sigi Vilares

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 269 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,02%) e 367 recuperados (+0,02%). Dos 1.559.232 casos confirmados desde o início da pandemia, 1.525.349 já são considerados recuperados, 3.898 encontram-se ativos e 29.985 tiveram óbito confirmado. Nas últimas 24h, o estado registrou 4 óbitos.

Os dados ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde. A base ministerial tem, eventualmente, disponibilizado informações inconsistentes ou incompletas.

O boletim epidemiológico deste domingo (19) contabiliza ainda 1.901.365 casos descartados e 338.873 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até às 17 horas deste domingo. Na Bahia, 63.886 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Vacinação

Até o momento temos 11.608.765 pessoas vacinadas com a primeira dose, 10.706.361 com a segunda dose ou dose única, 6.157.305 com a dose de reforço e 443.086 com o segundo reforço. Do público de 5 a 11 anos, 961.500 crianças já foram imunizadas com a primeira dose e 539.161 já tomaram também a segunda dose.

Fonte: Política Livre

Na noite de ontem domingo, 19, por volta das 19h30, uma caminhonete Hilux caiu dentro do canal do Rio dos Cachorros, no bairro Mimoso I, em LEM. De acordo com informações da SUTRANS, o veículo trafegava pela rua Minas Gerais, sentido BR 242, quando o motorista perdeu o controle do veículo e caiu dentro do canal.

Havia três pessoas no interior do veículo, uma mulher e dois homens. Eles foram socorridos pelo SAMU para a UPA. O corpo de bombeiros também ajudou no socorro médico.

Fonte: Blog do Sigi Vilares

O Ministério da Saúde divulgou alerta com recomendações e cuidados para evitar acidentes que possam causar queimaduras durante as tradicionais festas juninas, muito populares em todo o país. A atenção deve ser especial em ambientes em que podem ser frequentes as queimaduras por líquidos quentes, chamas de fogueira e fogos de artifício.

Entre janeiro e abril deste ano, já foram registrados 3.540 procedimentos hospitalares e 32.631 atendimentos ambulatoriais por causa de queimaduras no Brasil.

Segundo o ministério, em junho, é comum aumentarem os casos, e a prevalência é de queimaduras de segundo grau, com destaque para as lesões dos membros superiores (mãos e braços), tronco e cabeça.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 180 mil pessoas morrem por ano em consequência de queimaduras, que são a quinta causa mais comum de lesões não fatais na infância. As queimaduras não fatais podem causar hospitalização prolongada, desfiguração e incapacidade, muitas vezes resultando em cicatrizes e rejeição.

Ao todo, 48 estabelecimentos são habilitados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) como centros de referência na assistência a queimados, além da oferta de procedimentos, medicamentos, órteses, próteses, materiais especiais e exames necessários para atender às vítimas.

Primeiros socorros

De acordo com o Ministério da Saúde, em casos de queimadura, o paciente deve colocar, de imediato, a parte queimada debaixo da água corrente fria, com jato suave, por aproximadamente dez minutos. Compressas úmidas e frias também são indicadas.

Se houver poeira ou insetos no local, mantenha a queimadura coberta com pano limpo e úmido. No caso de queimaduras em grandes extensões do corpo por substâncias químicas ou eletricidade, a pessoa necessita de cuidados médicos imediatos.

É importante nunca tocar a queimadura com as mãos; nem furar bolhas; tentar descolar tecidos grudados na pele queimada, ou retirar corpos estranhos ou graxa do local queimado. Não se pode colocar manteiga, pó de café, creme dental ou qualquer outra substância sobre a queimadura. O Ministério da Saúde lembra que somente o profissional de saúde sabe o que deve ser aplicado sobre o local afetado.

Prevenção

Nas festas, é preciso também ter atenção ao manipular bebidas e alimentos com altas temperaturas e evitar brincadeiras perto de fogueiras para prevenir queimaduras por chamas e problemas nas vias aéreas, pela inalação de fumaça.

É importante ainda ter cuidado ao usar produtos inflamáveis, como o álcool 70% (na forma líquida ou em gel), e não manipular o produto perto do fogo, mantendo-o longe do alcance das crianças.

Outras recomendações são evitar fumar dentro de casa, principalmente se estiver deitado, ao acender fósforos, manter o palito longe do rosto, para não atingir cabelo ou sobrancelha, e, ao acender velas, observar se estão longe de produtos inflamáveis, botijões de gás, solventes ou tecidos.

No caso de queimaduras elétricas, é preciso retirar o fio da tomada ou desligar a energia geral. Recomenda-se ainda o uso de protetor nas tomadas elétricas da casa. Possíveis vazamentos de gás devem ser investigados com frequência, e as crianças precisam ficar longe da cozinha durante o preparo dos alimentos. O cabo e as alças das panelas, que devem estar em bom estado, têm de ficar sempre virados para a área do fogão.

Na hora do banho, é bom testar a temperatura da água com o dorso da mão antes de molhar a criança, que deve ficar sempre longe de produtos de limpeza. Recomenda-se ainda o uso de protetor nas tomadas elétricas da casa.

Fonte: gência Brasil

O Ministério da Saúde deve liberar a quarta dose da vacina contra a covid-19 a toda a população adulta em 2022. A previsão é que nesta semana, mais uma faixa etária seja contemplada com o segundo reforço do imunizante. Atualmente, apenas pessoas abaixo dos 50 anos, profissionais da saúde e imunossuprimidos podem ter acesso.

Segundo informações do jornal O Globo, o ministério avalia se todas as faixas etárias serão contempladas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) ou se parte do grupo terá que se imunizar em clínicas particulares. O intervalo de aplicação será de quatro meses a partir da terceira dose. Devem ser usados imunizantes da Astrazeneca e Pfizer.

"Observando o comportamento do vírus, estamos caminhando para termos, pelo menos, um (segundo) reforço na população acima de 18 anos", disse o secretário-executivo da pasta, Daniel Pereira.

A medida se baseia na recomendação dos integrantes do Comitê Técnico Assessor em Imunizações do Programa Nacional de Imunizações (CTAI PNI), definida na última semana. As datas de vacinação podem variar em cada localidade considerando as faixas etárias. Estados e municípios têm autonomia para definir o calendário de vacinação sem seguir as normas definidas pelo ministério.

Fonte: Correio da Bahia
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |