Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: JOVEM PAN

Publicado do Diário Oficial do Município do último dia 02, o Decreto nº 100, assinado pelo prefeito Zito Barbosa, chega para disciplinar a conservação de terrenos baldios, casas abandonadas, quintais e demais propriedades, tanto na zona urbana, quanto rural, de Barreiras. O documento visa, sobretudo, proporcionar segurança, prevenir, combater e controlar a transmissão de doenças no Município, estabelecendo aos proprietários, responsabilidades pela manutenção dos espaços e conferindo infrações e multas para os casos de não cumprimento das orientações.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, a partir da publicação do presente Decreto, decorridos os 30 dias sem o cumprimento exposto do referido documento, serão efetuadas as notificações/autuações por todas as Secretarias Municipais conforme o termo de Cooperação Técnica entre elas. Os proprietários e possuidores de imóveis devem manter seus imóveis capinados, drenados e limpos, isentos de quaisquer sujeira, mato ou materiais nocivos à saúde e à coletividade.

“São muitas as denúncias que recebemos, relativas a terrenos baldios que servem de depósito de lixo e entulho. Este Decreto disciplina as ações de fiscalização por parte da Prefeitura e assume o compromisso de proporcionar mais segurança e preservar a saúde pública, exigindo dos proprietários, ações efetivas de limpeza e manutenção destes locais. A partir de agora, decorridos os 30 dias deste Decreto, serão realizadas as notificações por todas as Secretarias mediante termo de cooperação expresso”, explica o secretário de Infraestrutura, Obras, Serviços Públicos e Transporte, João Sá Teles.

O grau e valor das multas seguem o estabelecido nos termos dos artigos 21 e 25 da Lei Municipal nº 1380/2019, variando de leves a graves e com valores que vão de R$ 517,10 a R$ 2.068,40. Casos de reincidência estarão sujeitos a multas em dobro. As fiscalizações relativas à limpeza de imóveis edificados serão de competência da Secretaria Municipal de Saúde com a cooperação das Secretarias de Infraestrutura;  Meio Ambiente e Sustentabilidade; Segurança Cidadã e Trânsito e; Indústria, Comércio e Turismo.

Publicado do Diário Oficial do Município do último dia 02, o Decreto nº 100, assinado pelo prefeito Zito Barbosa, chega para disciplinar a conservação de terrenos baldios, casas abandonadas, quintais e demais propriedades, tanto na zona urbana, quanto rural, de Barreiras. O documento visa, sobretudo, proporcionar segurança, prevenir, combater e controlar a transmissão de doenças no Município, estabelecendo aos proprietários, responsabilidades pela manutenção dos espaços e conferindo infrações e multas para os casos de não cumprimento das orientações.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, a partir da publicação do presente Decreto, decorridos os 30 dias sem o cumprimento exposto do referido documento, serão efetuadas as notificações/autuações por todas as Secretarias Municipais conforme o termo de Cooperação Técnica entre elas. Os proprietários e possuidores de imóveis devem manter seus imóveis capinados, drenados e limpos, isentos de quaisquer sujeira, mato ou materiais nocivos à saúde e à coletividade.

“São muitas as denúncias que recebemos, relativas a terrenos baldios que servem de depósito de lixo e entulho. Este Decreto disciplina as ações de fiscalização por parte da Prefeitura e assume o compromisso de proporcionar mais segurança e preservar a saúde pública, exigindo dos proprietários, ações efetivas de limpeza e manutenção destes locais. A partir de agora, decorridos os 30 dias deste Decreto, serão realizadas as notificações por todas as Secretarias mediante termo de cooperação expresso”, explica o secretário de Infraestrutura, Obras, Serviços Públicos e Transporte, João Sá Teles.

O grau e valor das multas seguem o estabelecido nos termos dos artigos 21 e 25 da Lei Municipal nº 1380/2019, variando de leves a graves e com valores que vão de R$ 517,10 a R$ 2.068,40. Casos de reincidência estarão sujeitos a multas em dobro. As fiscalizações relativas à limpeza de imóveis edificados serão de competência da Secretaria Municipal de Saúde com a cooperação das Secretarias de Infraestrutura;  Meio Ambiente e Sustentabilidade; Segurança Cidadã e Trânsito e; Indústria, Comércio e Turismo.

Fonte: DIRCOM/PMB

A prova prática da segunda turma do curso de Confeitaria e Doceria do Qualifica LEM foi realizada em clima de São João, na tarde desta quinta-feira (09), em Luís Eduardo Magalhães. As 20 alunas apresentaram bolos típicos e decorações inspiradas nas festas juninas, com casamento na roça e dupla caipira.

A avaliação é importante para testar os conhecimentos e habilidades desenvolvidos pelos aprendizes ao longo do curso, antes da certificação. A formação gratuita é uma iniciativa da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Senai.

O Programa - O Qualifica LEM oferece capacitação gratuita a jovens e adultos do município, para inserção nas áreas com maior demanda de mão de obra qualificada.

Fonte: ASCOM, prefeitura de LEM
Pesquisadores foram recebidos pela equipe do Programa Fito

Uma equipe da Embrapa Milho e Sorgo de Sete Lagoas/MG visitou as lavouras de Luís Eduardo Magalhães, na Bahia, para coletar lagartas. Os insetos serão replicados para formar uma criação na unidade mineira, para fins de ensaios em laboratório com baculovírus e Bacillus thuringiensis. Ambos são o princípio de biopesticidas que têm se mostrado eficazes contra o complexo de lagartas, sobretudo a helicoverpa. No estado, os pesquisadores do laboratório de Controle Biológico da Embrapa foram recebidos pela equipe do Programa Fitossanitário da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa). Algumas centenas de lagartas foram coletadas e as sobreviventes, após passarem por uma triagem, serão mantidas no laboratório mineiro.

De acordo com o pesquisador da Embrapa, Fernando Valecente, a “Colônia LEM” terá diversos tipos de lagartas, e deverá suprir o déficit da empresa, causado pelo período da pandemia. A decisão por Luís Eduardo Magalhães se deveu à grande disponibilidade de insetos. “A helicoverpa, que se alimenta de diversos tipos de plantas, encontra no Oeste uma grande fartura, pois são três safras anuais (soja, milho e algodão), garantindo comida o ano inteiro”, explica Valecente.



Os biopesticidas, além de comprovadamente eficazes quando integrados ao Manejo Integrado de Pragas, têm vantagens ambientais por serem naturais. Para se obter os baculovírus ou a bactéria Bacillus thuringiensis, as lagartas são processadas em reatores, num ambiente controlado e com protocolos de esterilização. “São mantidas condições de temperatura ideal e todos os cuidados para evitar contaminações”, diz o pesquisador.

Para o coordenador do Programa Fito da Abapa, Antônio Carlos Araújo, a cooperação institucional é de suma importância para a pesquisa e o desenvolvimento de soluções para a agricultura. “É sempre gratificante e enriquecedor receber pesquisadores de instituições como a Embrapa”, afirmou.

Da equipe do Programa Fito e da Fundação Bahia, participaram da ação, Karolyne Pelissari, Roxana Nascimento, Isadora Dourado, Fabiano Perina e Carlos Freitas. A Embrapa foi representada por Celso Geraldo Vieira, Karine Carvalho e Nayara Abreu.

Fonte: Abapa

O Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), lança, na próxima segunda-feira (13), às 14h, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, a primeira edição da Copa Feminina de Futebol Loreta Valadares. A competição conta com um investimento de aproximadamente R$ 178 mil, fruto de convênio com o Ministério da Cidadania.  

O evento acontecerá de 3 de julho a 20 de agosto, com a participação de mais de 400 jogadoras, organizadas em 20 equipes regionais nas categorias Sub-17 e Adulto. As partidas serão realizadas no Estádio de Pituaçu, com apoio técnico da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb). 

A realização da edição da Copa Loreta Valadares tem o objetivo de incentivar a prática do futebol por mulheres, segmento que ainda enfrenta muitas dificuldades e preconceitos pela opção de se dedicar ao futebol. 

Loreta Valadares – Loreta Kiefer Valadares nasceu em Porto Alegre (RS), em 1943. Feminista e ativista política que lutou contra a ditadura militar instalada no Brasil em 1964, mudou-se com a família para Salvador quando tinha seis anos. Na ditadura, foi presa política e exilada, retornando ao Brasil em 1980, momento em que se tornou professora de Ciência Política da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia, cargo ocupado até sua aposentadoria. 

A professora e militante Loreta faleceu em 2004, após uma árdua luta de séria cardiopatia adquirida em decorrência da tortura sofrida à época do regime militar. Mas como legado de sua trajetória de 61 anos de existência, deixou uma importante contribuição ao movimento de mulheres e de luta para a conquista e garantia dos direitos humanos no país. 

Fonte: Ascom Setre/Sudesb
Desse total, 79 foram presas por mandados de prisão preventiva e temporária, e as outras 31 foram presas em flagrante.

Mais de 100 pessoas foram presas nesta sexta-feira (10), durante a quinta fase da Operação Unum Corpus, de combate ao tráfico de drogas, crimes contra a vida e contra o patrimônio, como roubos.

Desse total, 79 foram presas por mandados de prisão preventiva e temporária, e as outras 31 foram presas em flagrante. Também foram cumpridos 145 mandados de busca e apreensão, em diversos municípios baianos.

Segundo informações da Polícia Civil, as pessoas que foram presas são suspeitas de envolvimento com homicídios, latrocínios, estupros, furtos, roubos, tráfico de drogas e violência doméstica.

As cidades em que aconteceram as prisões não foram detalhadas. No entanto, quatro dos suspeitos foram presos em Alagoinhas. O quarteto é investigado pela morte do motorista de ônibus Edvaldo Ferreira de Souza, de 50 anos, enquanto trabalhava, na BR-101, em janeiro deste ano.

Durante a ação, também foram apreendidas 38 armas de fogo, entre elas, um fuzil, espingardas e pistolas de diversos calibres, além de mil munições e aproximadamente nove quilos de drogas.

Cinco fases

Ao longo das cinco fases, a Operação Unum Corpus prendeu 516 suspeitos. Ao todo, foram cumpridos 353 mandados de prisão, 163 prisões em flagrante, 442 mandados de busca e apreensão, além da apreensão de 85 armas de fogo, 35 quilos de drogas e 10 veículos com restrição de roubo.

Trabalharam na operação, mais de 600 policiais, entre delegados, escrivães, investigadores e servidores administrativos das Coordenadorias do Depin, além de equipes do Departamento de Inteligência Policial (DIP) da Polícia Civil, do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA).

Fonte: G1

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Em pleno funcionamento em Barreiras, o primeiro Centro de Parto Normal do Oeste da Bahia, é destinado à assistência ao parto de maneira segura e humanizada, oferecendo além do acolhimento e conforto à parturiente de baixo risco e ao recém-nascido, o respeito e autonomia às gestantes. Inaugurado em fevereiro, pelo prefeito Zito Barbosa, esse equipamento conta com cinco quartos para pré-parto, parto e pós-parto, e um quarto com banheira para partos na água.

Inserido dentro do Projeto Saúde Humanizada, Integrada e Inovadora, o CPN está apto para receber as pacientes reguladas pela Atenção Básica nas 48 unidades de saúde, tanto da cidade, como da zona rural. Nesta segunda-feira (6), o espaço do Centro de Parto Normal foi à escolha da paciente Karla Beatriz para ter seu primeiro filho, João Vicente. Ela conta que teve conhecimento sobre o CPN na última edição do Saúde Integrada em Ação, realizada pela Prefeitura de Barreiras, em maio, no Parque Engenheiro Geraldo Rocha.

“Fui visitar a estrutura do Saúde Integrada em Ação e fazer uma pintura na barriga para tirar algumas fotos desse momento de gestação, foi então que conheci como é realizado o atendimento no CPN, gostei da proposta de ter duas acompanhantes ao meu lado e a autonomia de ter o meu bebê. Fui muito bem recepcionada por toda equipe, o acolhimento me deixou à vontade, realizei exercícios e tomei um banho quente que me auxiliou bastante, assim, João Vicente nasceu no tempo dele”, declarou Karla.

A proposta é justamente oferecer um atendimento humanizado e acolhedor para que as mulheres gestantes se sintam à vontade em um dos momentos mais importantes de suas vidas, como explica a coordenadora Layanne Vila Verde.

“O nascimento de um filho é um momento marcante na vida da mãe e de toda família, por isso no CPN é ofertado esse atendimento acolhedor, que acontece desde a recepção da gestante até o período final no retorno para seus lares. A paciente é encaminhada pela Atenção Básica assim que demonstrar essa vontade de parir normal e quando se encaixar nos critérios, principalmente sendo uma gestação de baixo risco habitual. No CPN é realizado uma consulta de perfil, após essas avaliações ela será orientada sobre o parto normal e participa das dinâmicas realizadas neste setor”,  explica.

A coordenadora ainda relata a emoção de toda equipe de participar desses momentos. Neste dia, as técnicas de enfermagem Tâmara Caroline e Aristélia Rodrigues partejaram a paciente, sobre os olhares da assistência dos enfermeiros obstetras Daiane Alencar, Jerry Adriano, José Vagner e Layanne Vila Verde, além da colaboração da enfermeira obstetra e diretora do Hospital da Mulher, Patrícia Assis.

“Esses momentos são grandiosos! Agradecemos a Deus por cada vida aqui iniciada através da vontade da mãe e por uma equipe tão comprometida. Nosso atendimento acontece 24h, conta com o apoio do Hospital da Mulher na oferta desse acolhimento humanizado e integrado para as pacientes de Barreiras”, pontua Layanne Vila Verde.

Fonte: Dircom

Em abril de 2022, a produção industrial da Bahia registrou na comparação do mês do ano anterior aumento de 22,0%, o maior resultado do País. A indústria baiana (na série ajustada sazonalmente) assinalou aumento com taxa de 3,0% frente ao mês imediatamente anterior, terceira taxa positiva consecutiva, após ter avançado 2,0% e 0,2% em fevereiro e março. No período acumulado de janeiro a abril de 2022, o setor industrial acumulou taxa positiva de 5,2% e no indicador acumulado dos últimos 12 meses, houve declínio de 6,9%, em relação ao mesmo período do ano anterior. As informações divulgadas nesta quinta-feira (9/06) fazem parte da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria do Planejamento.

Para Armando Castro, diretor de Estatísticas da SEI, “o resultado da indústria baiana em abril consolida o momento econômico do estado descolado do Brasil. O PIB do primeiro trimestre cresceu acima do nacional, e nossa indústria cresce 22% enquanto a indústria do país declina 0,5% em abril”. Castro destaca que o otimismo em nossa economia fica ainda maior com a perspectiva de chegada de montadora de carros elétricos.

Na comparação de abril de 2022 com igual mês do ano anterior, a indústria baiana apresentou aumento de 22,0%, com seis das 12 atividades pesquisadas assinalando avanço da produção. O setor de Derivados de petróleo (161,1%) exerceu a principal influência positiva no período, explicada especialmente pela maior fabricação de óleo combustível, óleo diesel e naftas para petroquímica. Outros resultados positivos no indicador foram observados nos segmentos de Couro, artigos para viagem e calçados (14,0%), Bebidas (16,0%), Celulose, papel e produtos de papel (1,7%), Minerais não metálicos (3,9%) e Produtos químicos (0,6%). A indústria Extrativa (-0,1%) registrou estabilidade no período. Por sua vez, o segmento de Metalurgia (-41,2%) registrou a maior contribuição negativa, devido à queda na produção de barras, perfis e vergalhões de cobre, de ligas de cobre e ferrocromo. Outros segmentos que registraram decréscimo foram: Produtos alimentícios (-10,2%), Produtos de borracha e de material plástico (-5,8%), Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (-4,5%) e Veículos (-1,2%).

“Esse crescimento também é reflexo da política de atração de investimentos do Governo do Estado, que capta indústrias de setores chaves da economia. No primeiro quadrimestre, tivemos investimento privado no valor de R$ 1,6 bilhão somente das empresas incentivadas, que se implantaram no estado”, declara o secretário de Desenvolvimento Econômico, José Nunes.

No acumulado de janeiro a abril de 2022, comparado com o mesmo período do ano anterior, a produção industrial baiana registrou aumento de 5,2%. Cinco dos 12 segmentos da Indústria geral contribuíram para o resultado, com destaque para Derivados de petróleo (38,3%), influenciado, em grande medida, pela maior fabricação de óleo diesel, óleo combustível e gasolina.

Vale citar ainda os crescimentos em Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (73,3%), Minerais não metálicos (2,6%), Produtos químicos (0,3%)e Couro, artigos para viagem e calçados (0,8%). Por outro lado, o segmento de Metalurgia (-43,5%) contribuiu negativamente para o desempenho da indústria no período, impulsionado pela menor fabricação de barras, perfis e vergalhões de cobre, de ligas de cobre e ferrocromo. Importante ressaltar, também, os resultados negativos assinalados por Extrativas (-13,1%), Borracha e material plástico (-13,3%), Produtos alimentícios (-2,7%), Celulose, papel e produtos de papel (-2,2%), Bebidas (-7,4%) e Veículos (-17,4%).

Comparativo regional

A queda no ritmo da produção industrial nacional, com taxa de -0,5%, na comparação entre abril de 2022 com o mesmo mês do ano anterior, foi acompanhada por sete dos 14 estados pesquisados, com destaque para as reduções mais acentuadas, assinaladas por Espírito Santo (-7,3%), Paraná (-6,6%) e Santa Catarina (-5,6%). Por outro lado, Bahia (22,0%), Mato Grosso (15,7%) e Rio de Janeiro (14,4%) registraram as maiores taxas positivas nesse mês.

Fonte: Ascom/SEI

A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, através do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM/BA) promoveu na tarde desta quarta-feira (8), o Diálogo com a Rede “A Intersetorialidade da Rede de Enfrentamento à Violência contra às Mulheres”, que teve como objetivo planejar, coordenar e articular a execução de políticas públicas para as mulheres, respeitando as diferenças com prioridade para as mulheres em situação de pobreza e/ou vulnerabilidade social.

A atividade aconteceu no plenário Dr. Aroldo Cavalcante, da Câmara de Vereadores de Barreiras, e contou com a presença da secretária de Assistência Social e Trabalho, Maritânia Gonçalves, a delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Marília Durães, a coordenadora do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), Thailane da Silva, assessora técnica da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Uiara Lopes, a técnica de Referência dos CRAS da Bahia, Geane Soares,  equipe da Ronda Maria da Penha, representando os Direitos Humanos e Meio Ambiente da Câmara de Vereadores, a vereadora Silma Alves, o vereador Alcione Rodrigues, representantes de ONG’s e instituições públicas e privadas, além da sociedade civil organizada.

As técnicas da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Geane Soares e Uiara Lopes, foram as mediadoras do diálogo com a Rede de enfrentamento. Durante a apresentação, foi destacado que a violência contra a mulher pode estar presente em qualquer lugar, sem distinção de raça, idade ou condição social. “Debater sobre o assunto torna-se necessário para minimizar as vulnerabilidades sociais encontradas neste contexto a partir da promoção de políticas públicas amplas e articuladas que tenha esse objetivo de coibir toda e qualquer forma de violência contra a mulher, bem como, adotar políticas para prevenir, punir e erradicar a violência de gênero”, destacou Uiara Lopes.

A delegada titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), Marília Durães, destacou a importância do momento. “O enfrentamento à violência contra as mulheres é extremamente necessário para acabar com esse problema da sociedade. A articulação intersetorial é uma ferramenta importantíssima porque une as forças. Todos os equipamentos da rede de proteção atuando em conjunto trazem um resultado mais satisfatório e eficaz”, pontuou.

Já a secretária de Assistência Social e Trabalho que acompanhou todo o evento destacou que “a violência contra as mulheres se manifesta de diversas formas, atingindo-as em seus direitos à vida, à saúde e à integridade física. É preciso refletir sobre as ações de violência contra a mulher e tomarmos medidas que amenizam esse problema, a exemplo dessa iniciativa da SPM de fazer a articulação com a rede para o enfrentamento a essa violência, só assim, teremos um resultado positivo”, destacou.

Fonte: Dircom PMB

O nível de atividade econômica Produto Interno Bruto (PIB), divulgado nesta quinta-feira (9) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), cresceu 2,8% no primeiro trimestre de 2022 em comparação ao mesmo período do ano anterior. Na comparação com o 4º trimestre de 2021 – com ajuste sazonal – registrou-se crescimento de 1,3%. Os dados do primeiro trimestre evidenciam a recuperação da economia baiana e a manutenção de trajetória de crescimento haja visto o PIB baiano ter crescido 4,1% em 2021.

“Este resultado aponta uma taxa significativamente acima do crescimento do Brasil no primeiro trimestre. Isso tem influência de importantes decisões de política pública tomadas pelo Governo Estadual desde o início da pandemia”, afirma Armando Castro, diretor de Estatísticas da SEI.

PIB em Valor Corrente

No 1º trimestre de 2022, o PIB baiano totalizou R$ 93,3 bilhões, sendo que R$ 81,6 bilhões são referentes ao Valor Adicionado (VA) e R$ 11,7 bilhões aos Impostos sobre produtos líquidos de subsídios. No que diz respeito aos grandes setores, a Agropecuária apresentou Valor Adicionado de R$ 6,9 bilhões, a Indústria, R$ 21,3 bilhões, e os Serviços, R$ 53,5 bilhões.

1º Trimestre 2022/ 1º Trimestre 2021

Quando comparado a igual período do ano anterior, o PIB da Bahia apresentou expansão de 2,8% no primeiro trimestre de 2022, conforme dados calculados pela equipe de Contas Regionais da SEI. O Valor Adicionado apresentou variação positiva de 3,0%, e os Impostos sobre produtos líquidos de subsídios, alta de 1,5%. Os três setores econômicos apresentaram crescimento nos três primeiros meses do ano de 2022, sendo que as principais contribuições vieram da Indústria, com taxa positiva de 4,9%, e dos Serviços, com crescimento de 2,5%.

No que se refere ao setor industrial, a expansão de 4,9% foi determinada pelo desempenho positivo na atividade de Eletricidade e água (+15,6%) – destaque para o crescimento de 47,0% na geração de energia elétrica –, Construção Civil (+3,3%), e Transformação (+3,3%) – com destaque para os segmentos de refino de petróleo e produtos químicos. Já o segmento extrativo foi o único a registrar retração dentro da indústria (-12,3%).

Com relação aos Serviços (+2,5%), observou-se crescimento em todas as atividades que compõem o setor com destaque para os segmentos de Comércio (+1,5%); Administração pública (+1,4%) – atividade com maior peso na economia baiana; Atividades imobiliárias com crescimento (+2,5%) e Transportes (+2,7%) – atrelado principalmente ao bom desempenho dos modais aéreo e aquaviário. Destaca-se ainda o crescimento no grupo Outros Serviços (+ 4,2%).

Mesmo não repetindo as taxas de crescimento de trimestres anteriores, o setor Agropecuário também contribuiu positivamente no primeiro trimestre com crescimento de 1,0%. As previsões de safra destacam o crescimento na produção de grãos, soja e algodão. Por outro lado, espera-se safras menores de Cacau e Mandioca.

Fonte: Ascom/SEI

Na noite de ontem, quinta-feira, 9, por volta das 19h, policiais militares da 83ª CIPM ao realizarem blitz da Operação Paz no Trânsito, com a equipe do DETAN e PM, ao abordarem um indivíduo pilotando uma moto, o condutor que utilizava uma mochila, não possuía CNH, o veículo não estava licenciado e sem lacre; que no filtro de ar foram encontrados 37 porções de craque e uma arma de fogo, na rua Presidente Vargas, no centro histórico, próximo a Ponte Ciro Pedro na cidade de Barreiras.

O indivíduo foi apresentado, juntamente com o material na delegacia de polícia local.

Fonte: 83ª CIPM

Ontem, quinta-feira, 8, Murilo Silva do Nascimento, morreu no Hospital do Oeste, após ter sido internado, vítima de disparos de arma de fogo que ocorreu numa agrovila na localidade do KM 30, no município de Barreiras.

Segundo informações, um indivíduo identificado por uma das vítimas para os policiais militares que estiveram no local, teria efetuado os disparos contra Murilo e atingiu também uma mulher. Os dois foram socorridos para o HO, porém, Murilo não resistiu aos ferimentos e veio a óbito, já a mulher, continua internado e não há detalhes do estado de saúde da vítima.

O autor do homicídio, evadiu do local e a Polícia Civil irá investigar a motivação do crime.

O corpo foi encaminhado para o IML de Barreiras para necropsia.

Fonte: Blog do Sigi Vilares

Na tarde desta terça-feira, 7, por volta das 17h30, a CIPRv Barreiras/ TOR -Tático Ostensivo Rodoviário, apreendeu arma de fogo na BA 447, no município de Barreiras.

Os Policiais da CIPRv/ Barreiras, Pelotão do TOR - Tático Ostensivo Rodoviário - Durante Patrulhamento Tático na BA 447, nas proximidades do Aras Porto Brasil, observaram que uma pessoa andava às margens da rodovia com uma saco de linhagem no ombro, momento que avistou a Guarnição e tentou dispensar o saco, o que despertou suspeita.

De imediato foi dado a voz de abordagem e feita a busca pessoal. Foi constatado que havia 01 arma de fogo, tipo cartucheira de calibre 32, sem marca aparente e numeração parcialmente suprimida, 01 cartucho intacto do mesmo calibre e no bolso de sua bermuda, foi encontrado um canivete.

Diante dos fatos, o menor de idade foi apreendido e conduzido juntamente com a arma de fogo para a delegacia de polícia de Barreiras para medidas cabíveis.

Fonte: CIPRv/ Barreiras, Pelotão do TOR - Tático Ostensivo Rodoviário

A Secretaria de Agricultura de São Desidério em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Rural- SENAR e Sindicato dos Produtores de Barreiras-SPRB, promoveu um curso de inseminação artificial em bovinos para 15 produtores rurais do município. O curso aconteceu em cinco dias dividido em partes teóricas e práticas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A finalidade do curso é capacitar os produtores de leite do município visando o melhoramento genético e ao aumento de produtividade dos rebanhos leiteiros. Entre os tópicos abordados no treinamento estão: Histórico da inseminação artificial; Vantagens; Materiais necessários; Aparelho genital da fêmea; Reconhecimento e observação do cio; Horário da inseminação artificial; Tipos de Sêmen; Tipos de embalagem de sêmen; Cuidados no manejo do botijão; Como escolher o seu botijão; Características ideais do inseminador; Higiene animal; Higiene das instalações; Higiene do material utilizado; A seqüência correta da inseminação artificial; IATF (Inseminação artificial em tempo fixo); e dentre outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“O nosso objetivo visa capacitar os 15 produtores inscritos no curso e que futuramente posam contribuir para melhorar a qualidade genética do rebanho leiteiro e aumentar a produtividade nas pequenas propriedades rurais” disse o veterinário da SEAGRI, Cléber Andrade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O curso tem uma duração de 40 horas, material de apoio e certificado de conclusão. “Cada um dos produtores receberam material de estudos e junto a capacitação irão colocar em prática tudo o que fora ensinados nos cinco dias de treinamento”, frisou o instrutor do SENAR, Nildo Menezes.

Fonte: ASCOM, prefeitura de São Desidério

A Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA) está concluindo a obra da ponte que dá acesso a comunidade de Ribeirão, Morrão e outros povoados. A previsão é que na próxima semana, a ponte já esteja liberada. Foi concluída a colocação das placas de concreto usinado e agora terá início a pavimentação asfáltica, a instalação do guarda rodas, corrimão e outros detalhes.



A parte de rodagem da ponte tem 3,5 metros de largura e 20 metros de comprimento. A base foi feita em concreto e metal. A antiga ponte de madeira teve sua estrutura completamente abalada pelas fortes chuvas que atingiram a região. A nova ponte ainda terá uma passarela para passagem segura de pedestres. “Esta nova estrutura leva mais segurança e melhores condições de trafegabilidade para a população e visitantes, pois interliga povoados e importantes pontos turísticos do município”, acrescenta a engenheira da SEINFRA, Flávia Porto.

Fonte: ASCOM, prefeitura de São Desidério


A Abras (Associação Brasileira de Supermercados) afirmou na tarde desta quinta-feira (9) que propôs ao governo Bolsonaro a isenção de impostos dos produtos da cesta básica e a desoneração da folha de pagamentos.

No Fórum da Cadeia Nacional de Abastecimento, promovido pela Abras nesta quinta, o presidente da associação, João Galassi, solicitou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a inclusão do ICMS sobre a cesta básica no texto que trata da redução do tributo sobre combustíveis.

A representante de mais de 50 varejistas do país diz que irá a repassar ao consumidor qualquer redução que houver na cadeia produtiva.

A manifestação veio em resposta ao pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de Guedes para supermercados reduzirem o lucro sobre a cesta básica como forme de conter a alta dos preços.

O ministro afirmou que o governo vem promovendo cortes de impostos para tentar conter os preços e que "os governadores têm de colocar a mão no bolso e ajudar o Brasil". Ele também reforçou o apelo de Bolsonaro e pediu aos empresários uma trégua na alta de preços.

O pedido é absurdo e incompatível para um chefe de estado, afirma o coordenador de IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da FGV (Fundação Getúlio Vargas), André Braz.

"Todo supermercado vive pelas leis de mercado, da oferta e da procura. Ele é um revendedor, praticamente não fabrica nada. Se compra uma mercadoria mais cara, por culpa de outros fatores que não têm a ver com o lucro dele, ele também não pode vender mais barato do que ele compra", diz Braz.

"O supermercado também é responsável pela geração de empregos e renda. E um negócios desses não funciona comprando caro e vendendo barato", afirma o economista.

O economista Leandro Rosadas, dono de dez mercados em cinco estados, diz que a solução é ter algum tipo de incentivo às indústrias e ao agronegócio, para que na cadeia produtiva o produto chegue mais barato ao supermercado.

"Os supermercados hoje não estão repassando todos os aumentos que estão vindo da indústria. Só para ter uma noção, em alguns lugares do país o leite já está chegando a R$ 5,30. Como que o supermercado vai conseguir vender a quatro e pouco? É impossível. O supermercado vai vender a R$ 5,99 e, mesmo assim, com uma margem infinitamente baixa", afirma Rosadas.

"Inclusive os consumidores que conseguirem achar leite mais barato, estoquem, porque o item vai ficar mais caro", diz o empresário.

Essa não é a primeira vez que o presidente, pressionado pela inflação, repassa a cobrança ao setor.

Em setembro de 2020, um dia após os supermercados alertarem sobre uma alta de 20% no preço dos alimentos que compõem a cesta básica e demandarem uma solução do governo, Bolsonaro pediu "patriotismo" aos varejistas para evitar o repasse ao consumidor.

O primeiro apelo não surtiu efeito. A inflação dos alimentos continuou a subir e, mesmo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) apresentando ligeira desaceleração em maio deste ano, os preços do grupo alimentos e bebidas seguem em alta.

Conforme divulgado pelo IBGE nesta quinta, entre os 377 produtos e serviços que compõem o índice, a maior alta mensal foi a da cebola (21,36%).

Já a cenoura e o tomate tiveram queda intensa nos preços, após a disparada nos primeiros meses de 2022, o que elevou a base de comparação.

Fonte: Bahia Notícias

Um homem de 32 anos foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no início da manhã desta quinta-feira (09) por se envolver em acidente ao conduzir veículo alcoolizado. O flagrante aconteceu na altura do quilômetro 894 da BR 242, em Luís Eduardo Magalhães (BA).

Era por volta das 05h30, quando uma equipe da PRF tomou conhecimento de um acidente de trânsito ocorrido na rodovia.

Prontamente, os policiais diligenciaram e chegando ao local, verificaram que o acidente envolvia um caminhão VW/24.250 e um GM/Celta.

Os PRFs perceberam que o condutor do Celta apresentava dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito, gestos e fala alterados. A equipe realizou o teste do etilômetro resultando em 0,66 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. A dosagem no ‘bafômetro’ corresponde também a quase duas vezes o limite previsto como crime de embriaguez previsto no artigo 306 do CTB.

O infrator, que é inabilitado, foi preso por embriaguez ao volante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil e apresentado à autoridade policial de plantão para lavratura do flagrante e demais procedimentos cabíveis.

A PRF alerta sobre as consequências da combinação de álcool e volante e atua no policiamento ostensivo e preventivo, sendo priorizada a fiscalização de condutas de risco como ultrapassagens proibidas, alcoolemia ao dirigir, dentre outras, com foco na redução de acidentes.

Fonte: PRF BA

Fonte: Grupo Santo Antonio
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |