Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Os contribuintes que ainda não fizeram a Declaração do Imposto de Renda deste ano têm até as 23h59min59s de hoje (30) para acertarem as contas com o Leão. Até as 17h de ontem (29), a Receita tinha recebido 25.231.608 de declaraço?s, o equivalente a 82,7% dos documentos esperados para este ano.

O prazo para entregar a declaração começou em 7 de março. Neste ano, o Fisco espera receber 30,5 milhões de documentos.

A declaração pode ser feita de três formas: pelo computador, por celular ou tablet ou por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Pelo computador, será utilizado o Programa Gerador da Declaração - PGD IRPF2019, disponível no site da Receita Federal

Também é possível fazer a declaração com o uso de dispositivos móveis, como tablets e smartphones, por meio do aplicativo Meu Imposto de Renda. O serviço também está disponível no e-CAC no site da Receita, com o uso de certificado digital, e pode ser feito pelo contribuinte ou seu representante com procuração.

O contribuinte que tiver apresentado a declaração referente ao exercício de 2018, ano-calendário 2017, poderá acessar a Declaração Pré-Preenchida no e-CAC, por meio de certificado digital.

Para isso, é preciso que, no momento da importação do arquivo, a fonte pagadora ou pessoas jurídicas tenham enviado para a Receita informações relativas ao contribuinte referentes ao exercício de 2019, ano-calendário de 2018, por meio da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (Dirf), Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (Dmed) ou a da Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias (Dimob).

Segundo a Receita, o contribuinte que fez doações, inclusive em favor de partidos políticos e candidatos a cargos eletivos, também poderá utilizar, além do Programa Gerador da Declaração (PGD) IRPF2019, o serviço Meu Imposto de Renda.

Para a transmissão da Declaração pelo PGD não é necessário instalar o programa de transmissão Receitanet, uma vez que essa funcionalidade está integrada ao Imposto de Renda Pessoa Física - IRPF 2019. Entretanto, continua sendo possível a utilização do Receitanet para a transmissão da declaração.

O serviço Meu Imposto de Renda não pode ser usado em tablets ou smartphones para quem tenha recebido rendimentos superiores a R$ 5 milhões.

Obrigatoriedade

Estará obrigado a apresentar a declaração anual o contribuinte que, no ano-calendário de 2018, recebeu rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70.

No caso da atividade rural, quem obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50

Também estão obrigadas a apresentar a declaração pessoas físicas residentes no Brasil que no ano-calendário de 2018:

- Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil;

- Obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito a incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

- Pretendam compensar, no ano-calendário de 2018 ou posteriores, prejuízos com a atividade rural de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2018;

- Tiveram, em 31 de dezembro , a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

- Passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês e nessa condição encontravam-se em 31 de dezembro ; ou

- Optaram pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato.

CPF de dependentes

Neste ano, é obrigatório o preenchimento do número do Cadastro de Pessoa Física - CPF - de dependentes e alimentados residentes no país. A Receita vinha incluindo essa informação gradualmente na declaração. No ano passado, era obrigatório informar CPF para dependentes a partir de 8 anos.

Dados sobre imóveis e carros

Em 2019, não será obrigatório o preenchimento de informações complementares em Bens e Direitos relacionadas a carros e casas. A previsão inicial da Receita Federal era que essas informações passassem a ser obrigatórias neste ano, mas em razão da dificuldade de contribuintes de encontrar os dados, o preenchimento complementar não precisa ser feito.

Desconto simplificado

A pessoa física pode optar pelo desconto simplificado, correspondente à dedução de 20% do valor dos rendimentos tributáveis, limitado a R$ 16.754,34.

Deduções

O limite de dedução por contribuição patronal ficou em R$ 1.200,32, devido ao reajuste do salário mínimo.

No ano passado, o limite era R$ 1.171,84. Se não houver nova lei, este é o último ano em que há a possibilidade dessa dedução de contribuições pagas ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por patrões de empregados domésticos com carteira assinada. Essa medida começou a valer em 2006 para incentivar a formalização dos empregados dom ésticos.

A dedução por dependente é de, no máximo, R$ 2.075,08 e, para instrução, de R$ 3.561,50.

Os contribuintes também podem deduzir valores gastos com saúde, sem limites, como internação, exames, consultas, aparelhos e próteses, e planos de saúde. Nesse caso é preciso ter recibos, notas fiscais e declaração do plano de saúde e informar CPF ou Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ - de quem recebeu os pagamentos.

As chamadas doações incentivadas têm o limite de 6% do Imposto de Renda devido.

As doações podem ser feitas, por exemplo, aos fundos municipais, estaduais, distrital e nacional da criança e do adolescente, que se enquadram no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo a Receita, neste ano o formulário sobre as doações ao ECA vai ficar mais visível.

Aqueles que contribuem para um plano de previdência complementar – Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e Fundo de Aposentadoria Programada Individual (Fapi) - podem deduzir até o limite de 12% da renda tributável.

Fonte: Agencia Brasil



Na sexta-feira, 26, a Secretaria de Meio Ambiente e Turismo - SEMATUR de Barreiras sediou uma reunião para apresentação e discussão do levantamento de dados para marco metodológico das Contas Econômicas Ambientais de Ecossistemas. Participaram do encontro o secretário municipal de meio ambiente e turismo Demósthenes Júnior, Ivone Batista do IBGE que é coordenadora do projeto no país, acompanhada por técnicos da instituição, e representantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Organização das Nações Unidas – ONU e do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - INEMA.

O Brasil integra esse projeto inovador para promover a teoria e a prática da contabilidade do ecossistema, o que também permitirá avaliar a relação entre os impactos ambientais das principais atividades econômicas de cada área e o desenvolvimento de iniciativas sustentáveis. China, Índia, México e África do Sul, também participam, como parte do projeto de Capital Natural Contabilidade e Valoração de Serviços Ecossistêmicos, cujo as ações são financiadas pela União Europeia, e implementado pela Divisão de Estatística das Nações Unidas, em colaboração com a ONU.

A região do MATOPIBA, nova fronteira agrícola brasileira que engloba os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, foi escolhida como campo experimental e a Bacia Hidrográfica do Rio Grande será o projeto piloto do Brasil, na qual analisará diversos serviços ecossistêmicos, como a regulação do fluxo de água e a retenção do solo (controle da erosão). Esta área foi selecionada por causa do rápido desenvolvimento agrícola que ela está experimentando, acompanhando a mudança no uso da terra e os impactos nos ecossistemas, bem como sua diversidade de paisagens. Esse projeto que será modelo para o Brasil será implementado elo IBGE em conjunto com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com os municípios da bacia.

“O Projeto Brasileiro cuja área Piloto é a Bacia Hidrográfica do Rio Grande, tem como objetivo simular os impactos de interferência humana no ambiente. Serão realizadas visitas à região para conhecer a realidade física e socioeconômica, utilizar técnicas e ferramentas que simularam o processo hidrogeólogico e erosivos utilizando dados como características dos solos, declividade, precipitação, vazão, cobertura e uso da terra, outros”, explicou a coordenadora Ivone Batista.

O Produto Interno Bruto (PIB) é calculado entre a soma de todos os bens e serviços finais produzidos numa região durante um período determinado, no entanto o mesmo não incorpora a contribuição que os recursos naturais, incluindo os ecossistemas, têm na economia.

Dentro desta lógica, o Sistema de Contas Econômicas Ambientais (SCEA) surge como um conjunto de metodologias para a contabilidade de recursos naturais como água, florestas e ecossistemas, associados à atividade econômica. O SCEA complementa o Sistema de Contas Nacionais (SCN) utilizando seus princípios contábeis às informações ambientais, e permite uma análise combinada entre dados ambientais e informações econômicas em uma única estrutura, permitindo o cálculo do produto Interno Verde do Brasil (PIB Verde).

O secretário de Meio Ambiente e Turismo Demósthenes Júnior, que também é o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande comemora o avanço da região nesse tipo de estudo. “O Brasil tem sido um dos pioneiros no início da compilação de contas do Sistema de Contabilidade Econômica Ambiental na América do Sul, e ficamos felizes em saber que os trabalhos que estão sendo realizados em nossa região servirão de modelo para todo o país”, destacou o secretário.

Fonte: DIRCOM
A organização não governamental tem a parceria da Prefeitura de Barreiras e atende pessoas que buscam uma vaga de emprego



Em funcionamento há quase um ano em Barreiras, o Instituto de Referência Social do Estado da Bahia, mais conhecido por Casa do Trabalhador, oferece serviços gratuitos para as pessoas que estão de olho em uma colocação no mercado de trabalho. Cursos extensivos com mais de 80 horas/aula e outros, rápidos, com duração de quatro dias a uma semana são disponibilizados no local graças a um convênio com a Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, que garante o pagamento dos profissionais que atuam na Casa e dos professores, por meio do Programa Capacita Barreiras.

Além dos cursos, o espaço realiza o encaminhamento dos profissionais ao mercado de trabalho. Para isso, mantém contato com as empresas locais, que, por sua vez, sinalizam as demandas internas de pessoal e recebem as indicações enviadas pela Casa, para entrevistas, e, futuras contratações. “Esse é o nosso carro chefe, a agência gratuita de empregos, sem qualquer ônus também para o empresário, quanto para o empregado, que, caso seja admitido, não precisa desembolsar nenhum percentual para a Casa do Trabalhador, ao contrário do que ocorre em agências tradicionais”, revela a coordenadora do espaço, Vanusa Xavier.



De acordo com Vanusa, as empresas locais já reconhecem o trabalho realizado no local e a procura tem sido constante pelos profissionais cadastrados. “No início nós procurávamos as empresas e hoje é o contrário, somo muito procurados, o que comprova a seriedade e compromisso de todos que aqui atuam”. Segundo ela, diariamente cerca de 80 atendimentos são realizados e neste primeiro ano, a Casa do Trabalhador registrou mais de dois mil cadastros no banco de dados.

O lado social também tem prioridade na entidade, para cursar alguns dos cursos oferecidos, o aluno matriculado deve fazer a doação de uma lata de leite que é revertida para famílias carentes de Barreiras ou para instituições beneficentes. Dentre o rol de cursos extensivos oferecidos estão os de cuidadores de idosos, recepcionistas, assistente administrativo, marketing pessoal e técnicas de venda. Já os de curta duração são destinados a design de sobrancelhas, cabeleireiros, biscuit e crochê.



“A Casa do Trabalhador é um espaço de inclusão e promoção social. A sede de Barreiras segue o padrão da matriz, que funciona em Salvador, ambas com a função de qualificar as pessoas e inseri-las no mercado de trabalho. Além disso, atende jovens que buscam o primeiro emprego, com a oferta de cursos específicos como técnicas de redação e formulação de currículo. Vemos na parceria com a administração pública uma importante ferramenta social, na geração de emprego e renda”, diz a secretária de assistência social, Karlúcia Macêdo.

A Casa do Trabalhador fica na Rua Marechal Deodoro, 515, Vila Dulce (ao lado do Valdemir da Picanha), telefone para contato 3613-2571. As pessoas podem acompanhar as atualizações de vagas de emprego e de cursos oferecidos pelas redes sociais, Facebook: @casadotrabalhadordebarreiras e Instagram: @casadotrabalhadorbarreiras

Fonte: Dircom/PMB

A equipe feminina de futsal do programa Rede do Bem, do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUS), conquistou o bicampeonato na Copa da Soja de Futsal, realizada neste final de semana, no Ginásio do Terra Agrícola em Luís Eduardo Magalhães. O time recebeu o apoio da prefeitura, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social, que doou os uniformes para a competição.

Na final, a equipe venceu as donas da casa por 3 a 2. A terceira colocação ficou com o time do Realeza. Entre os homens, o título foi para a equipe Arena São José/Udinese, que na final ganhou do Milk Shake da Praça por 4 a 1.

Nas duas categorias, a edição 2019 da Copa da Soja teve a participação de 16 equipes e cerca de 170 atletas. Entre os homens, a premiação foi de R$ 4 mil para o primeiro colocado e R$ 2 mil para o vice-campeão. Para as mulheres, o valor foi de R$ 2 mil para as vencedoras e R$ 1mil para a segunda colocada. Eles também receberam troféus e medalhas.

Para o prefeito Oziel Oliveira, o sucesso da competição é mais uma prova da força do esporte na cidade e a demonstração de que competições desta natureza são importantes fatores de integração social.

“É muito bom ver tantos jovens e adolescentes envolvidos numa competição. Aqui eles conhecem novas pessoas e fazem amizades e o poder público está aqui para incentivar e apoiar todas as competições realizadas na nossa cidade”, encerrou o gestor do município.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Para comemorar o Dia do Trabalhador, a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães realizará uma série de atividades no dia 1º de maio. A Ação do Bem acontecerá na Praça da Bíblia, no bairro Santa Cruz, das 8h às 17h e contará com uma série de serviços para a comunidade.

No local haverá consultas médicas e odontológicas, exames preventivos, testes rápidos, vacinação, atendimento com nutricionista, pesagem do programa Bolsa Família, distribuição de mudas de árvores, corte de cabelo, limpeza de pele, massagem, design de sobrancelha, além de atendimentos do núcleo jurídico, PROCON e sala do empreendedor.

As crianças terão diversão e lazer com brincadeiras, contação de histórias e espaços para a prática de tênis de mesa, dama e xadrez. Quem gosta de esportes poderá acompanhar apresentações de muay thai, basquete, capoeira, aula de aeróbica, zumba e pedal. A Igreja Adventista promoverá uma Feira de Saúde, com a participação de médicos e educadores físicos.

De acordo com o prefeito Oziel Oliveira, a Ação do Bem é uma grande oportunidade de lazer e realização de serviços, que acontece em Luís Eduardo Magalhães, tradicionalmente no dia 1º de maio, desde o ano de 2017.

“Estamos organizando um grande evento para todo o trabalhador e a população em geral de Luís Eduardo Magalhães. Será uma grande oportunidade para adultos e crianças participarem de um dia especial, organizado pelas nossas secretariais municipais”, encerrou.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Ainda dá tempo de aproveitar o desconto de 5% no pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para veículos com placas de finais 3 e 4, válido para quem quitar o tributo em cota única até os dias 29 e 30/04, respectivamente. O calendário completo está disponível no site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), no endereço www.sefaz.ba.gov.br.

Outra opção para os proprietários de veículos é parcelar o imposto em três vezes, sem desconto. Para isso, é necessário pagar a primeira cota na mesma data em que ocorre o vencimento do desconto de 5%, ou seja, dia 29 para placa 3 e dia 30 para placa 4. O pagamento pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, Bradesco ou Bancoob, mediante a apresentação do número do Renavam.

Os débitos referentes à taxa de licenciamento e às multas de trânsito deverão ser pagos até a data de vencimento da terceira parcela. Os débitos anteriores do IPVA ainda não notificados também podem ser divididos em três vezes, juntamente com o IPVA 2019. No entanto, o proprietário que perder o prazo da primeira cota deixa de ter o direito ao parcelamento em três vezes.

Já o seguro obrigatório deverá ser pago integralmente até o vencimento da primeira parcela do imposto, em caso de parcelamento do IPVA. O pagamento do tributo referente a embarcações e aeronaves deverá ser efetuado até 31 de maio de 2019. Todas as informações poderão ser consultadas no site da Sefaz-Ba ou por meio do call center da secretaria (0800 071 0071).

Fonte: Detran-BA

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio







Objetivando a melhoria na qualidade de vida das pessoas com foco na odontologia, a terça-feira (23) foi dedicada ao conhecimento através das dinâmicas educativas realizadas na Unidade de Saúde Dr. Eduardo Medrado. Crianças, jovens e adultos do Loteamento São Paulo aprenderam um pouco mais sobre as doenças periodontais, cuidado com higiene bucal e orientações sobre a importância da alimentação saudável.

 

O dentista da Unidade, Dr. Fabrício Ângelo, conduziu a palestra utilizando macro modelo de próteses mostrando aos pacientes a maneira correta da escovação, como combater o mau hálito, a placa bacteriana e as cáries. Ao final, foi entregue kits de higiene bucal, contendo um creme dental, escova e fio dental.







De acordo com a coordenadora da unidade, essas atividades estão inseridas no Projeto Educação em Saúde com a parceria dos acadêmicos do curso de Medicina da Faculdade São Francisco de Barreiras - FASB, cujo objetivo é trabalhar temáticas que proporcionem melhor qualidade de vida aos atendidos. Na quarta-feira (24), a temática trabalhada foi o Programa Hiperdia, apresentando aos pacientes os cuidados necessários com a hipertensão arterial. Na semana passada, o assunto apresentado foi sobre o Autismo e já nas próximas semanas também serão abordados os temas: uso racional de medicamentos, combate à hepatite, teste do pezinho e diabetes.





 

“A Secretaria Municipal de Saúde busca trabalhar esses assuntos relevantes para a população através de palestras desenvolvidas na sala de espera, dessa forma, todas as quartas-feiras é desenvolvido atividades inclusas no Projeto Educação em Saúde, contribuindo assim para uma melhor qualidade de vida e na erradicação de doenças. Também contamos com o apoio dos acadêmicos do curso de Medicina da FASB, e na próxima semana vamos realizar a Campanha da Influenza, disponibilizando a vacinação para os grupos prioritários”, destacou a enfermeira Érica Silva.

 

Fonte: DIRCOM





 

A manhã dessa sexta-feira (26) foi dedicada à literatura no Colégio da Polícia Militar Alexandre Leal Costa. Com o tema “Sertão Mundo: Navegando nas vertentes nordestinas”, a I Feira Literária abordou a história do sertão a partir das literaturas clássicas.

 

Com os espaços decorados em alusão ao sertão, os estudantes contextualizaram o Nordeste a partir das atividades trabalhadas em salas de aula e através de homenagens representadas nas encenações teatrais, danças, repentes, músicas, contos e comidas típicas. As turmas do primeiro ano apresentaram encenações contextualizando o livro O Quinze de Rachel de Queiroz. Já as turmas do segundo ano representaram o trabalho de Franklin Távora, através do livro O Cabeleira. E as turmas do terceiro ano trabalharam o livro Cidadela de Deus: a saga de Canudo de Gilberto Martins.



 

A I Feira Literária contou com a participação do diretor da unidade Major PM Antônio Jorge Lopes, vice-diretora Eliata Silva, diretor pedagógico Carlos Henrique da Silva, Ten. Cel Paulo Henrique, comandante do 10º BEIC, Capitão Paulo representando o CPRO, das coordenadoras pedagógicas: subtenente Andréa Selestino, Sandra Regina, Hermenísia Kelly, além dos professores das disciplinas de Língua Portuguesa e Redação, pais e estudantes do turno vespertino.



 

A chefe de gabinete Marileide Carvalho que representou o prefeito Zito Barbosa, na I Feira Literária, destacou a importância de trabalhar a literatura e a valorização da cultura nordestina em suas mais diversas expressões nos ambientes escolares. “Essas atividades é de extrema importância e contribuem com o desenvolvimento integral do ser humano, principalmente no que tange ao resgate histórico da originalidade do sertão, partindo de obras de renome, e, atribuindo de forma lúdica e prazerosa o toque da contemporaneidade juvenil sem perder a essência. A equipe pedagógica e os estudantes do CPM estão de parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido”, disse Marileide.

 

De acordo com a coordenação pedagógica do CPM, no próximo dia 09 de maio, a I Feira Literária será complementada com outras atividades pedagógicas realizadas pelas turmas do ensino fundamental, alunos do 6° ao 8° ano, com a Feirinha Literária.

Fonte: DIRCOM

A prefeitura de Luís Eduardo Magalhães está realizando a readequação da Avenida Barreiras. A via é uma importante ligação entre as Avenidas Brasília e Salvador e há anos vinha sendo utilizada de forma desordenada.

A secretaria de Infraestrutura já está construindo as calçadas e instalando os meios-fios. O projeto também contemplará a pavimentação da via no trecho do posto de gasolina Porto Brasil; urbanizará todas as rotatórias ao longo da avenida; será implantada a sinalização vertical e horizontal e a pintura de faixas de pedestres, para garantir a segurança de motoristas e pedestres, além de melhorar as condições de tráfego no local.

O prefeito Oziel Oliveira também determinou a construção de um quiosque que servirá de ponto de apoio para os saqueiros, safristas e chapas que trabalham no local, que contará com banheiros, cozinha e área de descanso. O quiosque será construída próximo à Imobiliária Carig e ao Huba Strike.

  “Essas pessoas fazem parte da história de nossa cidade e merecem respeito. Esse foi um compromisso que fiz com a categoria e me sinto muito feliz em ter condições de cumprir”, comentou o prefeito Oziel Oliveira.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

Na noite da última quinta-feira (25), uma força-tarefa coordenada pelo Poder Judiciário realizou mais uma etapa da Operação Sossego, que objetiva o combate à poluição sonora em Luís Eduardo Magalhães.

Participaram da ação o Juiz de Direito da Comarca de Luís Eduardo Magalhães, Flávio Ferrari; o secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Daniel Alvares; a secretária de Meio Ambiente e Economia Solidária, Izabel de Paula; representantes da secretaria de Administração e Finanças; agentes da guarda municipal; agentes da SUTRANS; além de policiais civis e militares.

De acordo com o comando da Operação Sossego, foram 42 pessoas envolvidas e 11 viaturas que percorreram 12 bairros da cidade. A equipe realizou 32 abordagens e ninguém foi notificado, pois nesta fase o trabalho foi educativo, para que comerciantes e donos de veículo se adequem a legislação que estabelece o limite máximo de volume em 70 decibéis. Ainda durante a operação, a SUTRANS notificou 17 veículos que estavam em situação irregular.

Nas próximas etapas a tendência é que a operação seja mais rigorosa, para coibir as pessoas que insistem em não se adequar às regras. Para fazer denúncias sobre excessos no volume de som de veículos e em estabelecimentos comerciais, basta ligar para os números (77) 3628 3800 ou (77) 9 8802 0800.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA

 

 

Fonte: GRUPO SANTO ANTÕNIO

Fonte: Grupo Santo Antonio

Expositores, agricultores, instituições financeiras e a imprensa se reuniram na noite desta terça-feira (23), durante o lançamento da Bahia Farm Show 2019, em Luís Eduardo Magalhães (BA), para conhecer as novidades da edição comemorativa da feira agrícola que já é considerada uma das três maiores do Brasil. Ainda em ritmo de crescimento, o evento, que será realizado entre os dias 28 de maio a 1º de junho, vem com ampliação da infraestrutura, abrigando recorde de novos expositores, e com a previsão de atingir pela primeira vez o patamar de R$ 2 bilhões em volume de negócios. Em mais um ano, a Bahia Farm Show vai levar as principais tecnologias em máquinas, equipamentos, implementos com a certeza de fechar bons negócios, diante do cardápio variado de produtos e serviços para o setor agrícola com financiamento com prazos e juros atraentes oferecidos pelas instituições financeiras.

“Para um evento que tinha, seis anos atrás, a possibilidade de R$ 400 milhões em negócios, alcançar a marca de R$ 2 bilhões é realmente um número significativo, mesmo em um ano que tivemos problemas climáticos em algumas regiões”, afirmou Celestino Zanella, presidente da Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), entidade organizadora do evento, durante a coletiva que reuniu cerca de 40 profissionais da imprensa. Na oportunidade, Zanella reforçou a importância da feira agrícola como estímulo à tecnificação do campo e intercâmbio de conhecimento, em todos os processos do setor agrícola – desde o plantio, monitoramento da lavoura, e colheita – garantindo o incremento de produtividade na produção de grãos do Oeste da Bahia e do Matopiba (área agrícola entre os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia).

Ao representar o Governador da Bahia, Rui Costa, o superintendente de Políticas Agrícolas da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Irrigação e Aquicultura (Seagri), Marcílio Menezes, afirmou que a união entre o Governo do Estado e as entidades do agronegócio tem criado um ambiente favorável para o contínuo desenvolvimento da agricultura baiana. “Nos colocamos à disposição, como parceiros, para encontrar soluções que destravem amarras e ajudem o Oeste da Bahia a continuar sendo orgulho para o Brasil. A Bahia Farm Show é mais do que uma vitrine do agronegócio, é o coroamento do processo produtivo que começa no campo e influencia economicamente em todos os outros setores”. Prefeito da cidade anfitriã e apoiador da feira agrícola, Oziel Oliveira, acredita que “é muito importante para nossa cidade ter 900 grandes marcas sendo representadas. A prefeitura, como sempre, estará participando e aumentando o investimento nesta edição comemorativa de 15 anos da Bahia Farm Show”.

Infraestrutura – A coordenadora da Bahia Farm Show, Rosi Cerrato, reforçou a presença das agências financiadoras em cada edição e anunciou a criação de um novo ambiente: “Vamos inaugurar um novo pavilhão com mais de 1500 m², com 62 novos expositores, o que vai representar um aumento de 30% no número de marcas dentro da feira. É um privilégio para nós, estarmos sediando uma feira desse porte”. Na oportunidade, foram confirmados dois novos espaços: a “Ilha da Segurança”, com as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Graer, Guarda Municipal e o Exército Brasileiro; e a “Ilha da Agricultura Familiar”, onde os pequenos e médios agricultores oriundos de toda a Bahia vão poder demonstrar e comercializar os seus produtos.

O diretor da Bahia Farm Show, Luiz Pradella, reforçou a infraestrutura arrojada oferecida para os agricultores, expositores, instituições financeiras e visitantes. “Hoje, o Complexo Bahia Farm Show mantém uma infraestrutura com ruas 100% asfaltadas, dois restaurantes, dois auditórios, amplos estacionamentos, campo experimental com pesquisas do setor agrícola”, afirma. O evento tem uma área para test drive com exibições e performances do setor automotivo, posto médico, sanitários, área de lazer, bosque de espécies nativas, central de atendimento ao expositor e ao montador e segurança 24 horas. Além dos detalhes na ampliação da infraestrutura da feira, foi reforçada a programação de palestras e workshop, que vai abranger mais de 20 temas ligados ao setor do agronegócio. Destaques da programação, ainda tem o Fórum do Canal Rural e Leilão de Gado.

Representando a entidade apoiadora oficial da Bahia Farm, o vice-presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Paulo Schmidt, destacou a importância da feira também para quem mora nas cidades para conhecer as tecnologias utilizadas no campo que têm alavancado a economia e trazido benefícios para o campo e para a cidade. “Estamos aqui reunidos para fazer a melhor Bahia Farm Show da história, com melhor infraestrutura, mais negócios fechados, um número maior de expositores e mais tecnologia de ponta”, afirma. A Bahia Farm renova para mais um ano o projeto “Ingresso Solidário” que vai reverter parte do valor dos ingressos em benefício para melhorias da estruturas do Hospital do Oeste (HO). A expectativa é que mais de 70 mil pessoas circulem durante os cinco dias do evento para conferir as inovações em tecnologia agrícola e a disseminação de conhecimento oferecidas por expositores, pesquisadores e empresas do setor agrícola.

Fonte: Ascom BFS



 

Com a pauta “Desenvolvimento Econômico e Negócios”, agentes de desenvolvimento e secretários de agricultura e de indústria, comércio, serviços de 20 municípios da região Oeste da Bahia se reúnem durante esta quinta-feira (25) e sexta-feira (26), em Barreiras para uma capacitação continuada, promovida pelo Sebrae. Pela Prefeitura de Barreiras, a agente de desenvolvimento da Sala do Empreendedor Kézia Melo, subsecretário de agricultura e tecnologia, Rider Castro, secretário de indústria, comércio e serviços, Carlos Costa, o subsecretário Roberto Carvalho e equipe, participam do encontro, discutindo estratégias que possam fortalecer o empreendedorismo no Município.

 

“Entendemos a importância de estarmos em sintonia com os demais municípios da região para trocar experiências que visam transformar problemas em oportunidades de negócios. A partir dessa capacitação certamente estaremos mais fortalecidos, enquanto rede, para promover políticas capazes de oferecer apoio às pequenas e micro empresas instaladas ou as que forem criadas, garantindo o seu fortalecimento e, consequentemente, a geração de emprego e renda”, destacou o secretário Carlos Costa.

 

Para o subsecretário de agricultura e tecnologia de Barreiras, “a expertise do Sebrae e o espirito de parceria do gerente regional Emerson Cardoso tem contribuído muito no fortalecimento do empreendedorismo local e regional, a exemplo do Festival Primavera de Negócios e Entretenimento, realizado em Barreiras e o apoio na inovação de sucesso que foi a 1ª Mostra Gastronômica do Pescado, dentro da Páscoa no Parque”, destacou Rider.

 

A gerente da unidade de ambiente de negócios do Sebrae, Cecília Fonseca Miranda, que conduz as discussões, explica que este é o nono encontro realizado na Bahia em um total de 10, a ideia é que cada município apresente um plano de ação considerado estratégico para o desenvolvimento já em prática ou em vias de serem implantadas. Depois disso, um plano de ação regional será construído para que os municípios possam concretizar estratégias comuns, uns apoiando os outros, com foco no incentivo aos pequenos negócios.

 

“Esta iniciativa faz parte do eixo de gestão pública Cidade Empreendedora, do Sebrae, e prevê após este primeiro encontro, visitas de consultores a estes municípios, durante todo ano, além de oferecer ferramentas digitais que facilitem o trabalho. Em setembro um novo encontro com apresentação de casos de sucesso será realizado, tudo, pensando em como transformar o município em um bom negócio para empreender e como melhorar o ambiente de negócio”, explica Cecília.

 

Para o gerente regional do Sebrae, Emerson Cardoso, o momento é antes de tudo, uma reflexão para as administrações públicas. “Desenvolvimento econômico nunca é pauta estratégica nos governos. As prioridades são sempre saúde, educação e infraestrutura, mas, a gente tem que desmistificar isso, fazer entender que os problemas nestas áreas serão resolvidos a partir de uma sólida base empreendedora. A gente quer trazer essa agenda como prioritária para os municípios”, destaca.

Fonte: DIRCOM/PMB



Uma manhã interativa e cultural marcou esta quinta-feira, 25, a comemoração do Dia do Índio na sede do CRAS II da Morada da Lua. Celebrada no dia 19 de abril, o Dia do Índio, é considerado um momento de reflexão e valorização da cultura indígena em todo Brasil e para incentivar esse contato direto com a comunidade de índios Quiriris que residem nas proximidades do povoado de São José do CTI, a Secretaria de Assistência Social e Trabalho promoveu o Encontro Intergeracional com todos os usuários do CRAS II.

Com vestimentas típicas, cocares e artesanatos, as dez famílias de Quiriris expuseram seus trabalhos, chamando a atenção dos idosos, crianças, jovens e mulheres do bairro Morada da Lua. Em clima de animação, eles também apresentaram a música, instrumentos e dança, mostrando a beleza da cultura indígena que ainda permanece na comunidade. No café da manhã servido aos convidados, também foram oferecidos pratos típicos a base de mandioca, milho e batata doce.



A secretária municipal de assistência social e trabalho, compareceu para prestigiar as homenagens e falou do trabalho desenvolvido para atender a comunidade indígena. “Esse encontro oportunizou os jovens, idosos e as mulheres trocarem experiências com as famílias Quiriris que estão em nosso município, e que são atendidos pelo CRAS II garantindo assim os direitos sociais e cidadania. Hoje vivenciamos muito da cultura indígena, da música, dança, artefatos, convivência e comidas típicas, mostrando a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito que temos as suas manifestações culturais”, pontuou Karlúcia Macêdo.



As crianças e jovens que são atendidos no núcleo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), também homenagearam os índios com cartazes, poemas e apresentação do musical “Vamos brincar de Índio”. Os idosos atendidos nas oficinas de arte participaram com apresentação do jogral.

Segundo a coordenadora do CRAS II, Carla Sabrina Quinteiro, os adolescentes, crianças e idosos participaram ativamente da atividade. “Compartilhamos um momento de conhecimento, valorização da cultura e integração de todos os usuários do CRAS II. Eles se envolveram muito com esse tema, prestaram bastante atenção nas experiências dos índios e fizeram muitas perguntas. Além de relembrar o Dia do Índio, esse encontro intergeracional é uma forma de aprendizado e permanência da cultura indígena que tanto contribuiu para a formação da cultura brasileira”, ressaltou.

A Secretaria Municipal de Assistência Social mantém 04 CRAS em funcionamento em Barreiras. No CRAS II da Morada da Lua, que funciona na Rua Dom João VI, 146, são desenvolvidas atividades com grupos de crianças, adolescentes, idosos e de mulheres.

Fonte: DIRCOM

Objetivando facilitar o acesso das famílias beneficiárias do programa Bolsa Família, que residem em bairros mais distantes do município, a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através das secretarias de Saúde e de Trabalho e Assistência Social, realiza neste sábado (27), o mutirão de pesagem nos bairros Bosque dos Girassóis, Sol do Cerrado, Solar dos Buritis e Vista Alegre.

A pesagem do Bolsa Família é obrigatória. A ação realizada duas vezes por ano tem como finalidade conferir a saúde das mulheres com idade entre 14 e 44 anos, gestantes e crianças menores de 7 anos inscritas no programa. A verificação do peso é uma maneira de identificar casos de desnutrição entre os beneficiários.

O mutirão de pesagem acontecerá das 8h às 17h nos seguintes locais:
• Centro de Capacitação do Residencial Sol do Cerrado;
• Centro de Capacitação do Residencial Vista Alegre;
• Igreja Apostólica Agnus, Rua 800, nº 120, bairro Bosque dos Girassóis.

Fonte: Assessoria de Comunicação (ASCOM) Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |