Blog Santo Antônio
Notícias

Fonte: Grupo Santo Antonio

Os três dias de festa do São João do Sítio Grande 2017, organizados pela prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo (SECULT) deixaram avaliações positivas e boas lembranças ao público. De acordo com a organizaçãoo 60 mil pessoas participaram da festa durante os três dias e curtiram a programação com tranquilidade. “Com segurança e estrutura adequada, esta foi uma festa em paz, registramos a presença de muitas famílias, as pessoas vieram para realmente se divertir”, revela o Tenente Arlindo da 85ª Companhia Independente de Polícia Militar.

A segurança foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na BR 135 e na BA 463, com a realização de blitz em pontos estratégicos e orientações aos motoristas. No circuito do evento a presença das polícias Militar e Civil, Cipe Cerrado, Corpo de Bombeiros e um grupo de seguranças particulares garantiram a segurança dos foliões. Também participaram da assistência à festa, equipes de plantão da Secretaria de Saúde com a permanência da unidade móvel de saúde e equipes da Vigilância Sanitária.

Quem também fez avaliações positivas do evento, foram os comerciantes locais, donos de bares, restaurantes, pousadas e imóveis alugados para a festa, além dos barraqueiros que comercializaram produtos diversos no circuito. “Esse ano alugamos todos os quartos, as reservas foram feitas com bastante antecedência”, fala a dona de pousada, Lourdineia de Souza. “Fazemos um balanço muito bom, valeu á pena trabalhar aqui”, revela a dona de barraca, Edinalva Barreto. E durante o dia não faltou opção de turismo, o Rio Grande banha o distrito e é atração certa para os visitantes. “Muita movimentação durante o dia, trabalho intenso e aumento na renda do comércio”, diz o dono de restaurante situado próximo ao rio Grande, Osmar Ferreira.

Mais de 15 artistas se apresentaram durante os dias de festa. Atrações de renome nacional e local animaram os foliões que levam boas lembranças desse que se tornou o maior São João do oeste baiano. “Estamos contentes com o resultado desta festa, conseguimos realizar o maior São João do oeste baiano com economicidade, ótimas atrações e valorização cultural”, ressalta o secretário da SECULT, Josivaldo Oliveira.

Para o prefeito de São Desidério, Zé Carlos, realizar o São João singifica valorizar as tradições, movimentar a economia local, divulgar as riquezas turísticas e artísticas do município, atrelados a alegria dos participantes foi a ideia que consolidou este evento como o maior da região oeste da Bahia. “Pensamos de forma planejada para investir nesta festa que atrai tantos participantes, mas cuidamos principalmente de envolver nossos artistas e a população do distrito nesse processo, resgatamos o casamento caipira radical que há anos não era realizado e hoje comemoramos o sucesso desse evento tão grandioso. Obrigada aos moradores de Sítio Grande por acolher os visitantes nestes três dias de festa e aos nossos visitantes. Chegamos ao fim desta edição, espero que no próximo ano estejamos todos juntos festejando e curtindo o maior São João do oeste baiano”, analisa.

Fonte: ASCOM, Prefeitura de SD

Fonte: Publicidade

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

O empresário Tadeu Muterle junto com sua esposa Susana Schiochet Muterle e filhos, inauguraram a praça Santa Antônio, um espaço destinado às famílias luiseduardenses que terão agora um excelente lugar para se descontrair e praticar exercícios físicos. A inauguração contou com a presença do prefeito e um grupo de secretários municipais.

Muitas pessoas marcaram presença e prestigiaram esse maravilhoso espaço em nossa cidade.

Pra quem não é de Luís Eduardo e desejar fazer uma visita, a praça fica localizada na Avenida JK, em frente ao Hipermercado Santo Antônio.

Fonte: Grupo Santo Antonio



Foi realizada na manhã de hoje, 14, na quadra poliesportiva do Colégio Municipal Padre Vieira, a formatura de mais uma turma do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) em Barreiras, Oeste da Bahia. Desde que foi implantado no Oeste da Bahia, em 2008, o Proerd já formou quase 6 mil proerdianos jovens, empenhando-se num trabalho em conjunto de beneficio a todos.

Criado nos Estados Unidos em 1983 com o objetivo de prevenir o uso de drogas por crianças e adolescentes, o programa tem caráter social e preventivo, se concretizando numa parceria entre a Polícia Militar, Escola e Família com o intuito de engajar esforços na educação preventiva de crianças, adolescentes e jovens. Este Programa foi implantado no Brasil na década de 1992 e na Bahia no ano de 2003.





No Oeste da Bahia o Prord atendendo alunos cursantes do 5º e 7º ANO de escolas da rede pública (municipais e estaduais) e da rede particular de ensino, sendo ministrado pelos instrutores Proerd Sd PM Neiva Barbosa e Sd PM Sérgio. No ano de 2016, com a formação de novos instrutores, o Proerd conta também com o Sd PM Thiago Campos e com o Sd PM Airton Lima, também pertencentes ao 10º BEIC, estendendo o currículo para os alunos da Educação Infantil (Pré I e II e Ensino Fundamental I).

O programa Proerd tem a duração de 10 semanas, no qual o instrutor aborda sobre variados temas: desde as pressões e influências das amizades até as consequências do uso de drogas lícitas e ilícitas tanto para a saúde quanto nos aspectos legais, e nesse ínterim os alunos se preparam para serem multiplicadores e repassarem os conhecimentos adquiridos no meio em que vivem, sendo devidamente formados e recebendo o certificado de proerdianos. No ano de 2016 foram acrescidas ao currículo 5º ano mais duas aulas suplementares para ajudar os alunos a aprenderem maneiras seguras e responsáveis de lidar com as situações que eles podem enfrentar em seu dia a dia.

 

O Proerd vem desenvolvendo um papel fundamental na prevenção ao uso de drogas entre crianças, adolescentes e jovens, e para esse programa ser aplicado conta com a parceria das prefeituras municipais da região também preocupadas com o aumento exacerbado de jovens envolvidos com drogas, sabendo ser de fundamental importância que haja uma maior conscientização acerca dos problemas sociais.

Fonte: Sigi Vilares

Um convênio será assinado na próxima terça-feira (20/6) entre o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) e a Prefeitura de Barreiras. A cerimônia, prevista para 9h30, ocorrerá na Câmara Municipal da cidade (Avenida Dr. Clériston Andrade, 1353, São Miguel) e contará com a participação do presidente do TRE-BA, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano e do prefeito de Barreiras, Zito Barbosa.
 
O termo de parceria assegura o apoio do município ao processo de recadastramento biométrico, obrigatório no município e em outras 51 cidades baianas. Na oportunidade também será assinado convênio entre a Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA) e a Secretaria de Educação Municipal para ampliação do projeto Eleitor do Futuro pelo interior do estado.
 
Obrigatoriedade -  O comparecimento é obrigatório e quem não atender à convocação terá o título de eleitor cancelado. Com isso, o cidadão poderá ter restrições no CPF – o que pode acarretar dificuldades para realizar cadastro em benefícios federais, a exemplo do Bolsa Família – na emissão do passaporte, no recebimento de aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, na efetivação de matrícula em instituição de ensino superior, para tomar posse em cargo público, além de outros impedimentos.
 
O recadastramento biométrico é um processo simples e está dividido em cinco etapas: coleta das digitais de todos os dedos das mãos, registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de novo título.

Fonte: ASCOM/TRE

Fonte: Grupo Santo Antonio

Aconteceu na manhã do último sábado, 10, mais uma edição do Dia de Campo do Algodão, em Luís Eduardo Magalhães, apoiado pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e realizado pela Fundação Bahia e Embrapa. O evento técnico, já tradicional no calendário do agronegócio trouxe, este ano, o tema: Estabilidade, Rentabilidade e Qualidade da Fibra, com o objetivo de trazer conhecimentos técnicos sobre a cotonicultura e as novidades do setor. O público estimado foi de 350 pessoas, entre eles produtores, estudantes e parceiros do evento.

Na ocasião, a diretoria e a equipe da Abapa usaram as camisetas da campanha Sou de Algodão. “O ‘movimento Sou de Algodão’ é coordenado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, que juntamente com parceiros ligados ao setor, buscam mostrar as vantagens da utilização de roupas feitas com algodão e o que está envolvido em termos de sustentabilidade socioeconômica e ambiental dos envolvidos na cadeia”, explicou o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato.
O evento contou com três estações principais. A primeira teve a apresentação das Cultivares BRS Bollgard II RF com Fibra de Qualidade, acompanhados pelo Dr. Liv Severino, da Embrapa e Zirlene Pinheiro, da Fundação BA. A visita aos plots, na primeira estação foi orientada pelo Dr. Nelson Suassuna, da Embrapa e Eugênio Munduruca, da Fundação Bahia.



Um dos diferenciais dessa edição, foi o mini laboratório de qualidade de fibra, coordenado pela Abapa, que mostrou a importância das características intrínsecas, medidas pelos equipamentos de HVI e as características extrínsecas, feitas pela classificação visual, com base nas caixas de algodão padrão que são referências mundiais. Esses fatores são fundamentais para medir e determinar a qualidade da fibra, que pode ou não agregar valor ao algodão. O espaço teve como facilitador o gerente do Centro de Análise de Fibras da Abapa, Sérgio Brentano. O evento contou ainda, com um mini laboratório de fitonematóides.
Outra novidade foi a apresentação das novas cultivares BRS 430 B2RF, BRS 432 B2RF e BRS 433 FL B2RF, com garantia de alta produtividade, estabilidade de produção, fibra de qualidade superior, além de resistência às principais lagartas que atacam o algodoeiro e ao herbicida glifosato. “Nossos dias de campo beneficiam o produtor, pois buscamos atender todas as demandas que nos são reivindicadas”, disse Ademar Marçal.



Na segunda estação, o tema foi a Situação Atual e Perspectivas da Cotonicultura do Oeste Baiano, com Dr. Eleusio Curvelo, e as Demandas da Indústria Têxtil: Qualidade de Fibra do Algodão, com Sérgio Benevides. Encerrando o ciclo técnico, a terceira estação trouxe o Panorama Fitossanitário. O tema Nematóide foi apresentado pelo Dr. Fabiano Perina, da Embrapa; e o tema sobre o bicudo-do-algodoeiro, foi apresentado pelo coordenador do Programa Fitossanitário da Abapa, Antonio Carlos Araújo e pelo presidente, Júlio Cézar Busato.

Para Busato, o foco está nas ações do Programa Fitossanitário no controle do bicudo. “O sucesso do Programa Fitossanitário deve-se a participação dos produtores, para diminuir o número de aplicações de defensivos, reduzir as perdas causadas por esta praga e aumentar a lucratividade do agricultor”. O presidente contou que houve um grande avanço, quando foram criados os núcleos regionais e eleitos os respectivos líderes, o que permitiu que os mesmos discutissem as melhores estratégias. “Com essa participação dos produtores, tivemos um ganho muito grande e conseguirmos reduzir o número de aplicações, o que diminui os custos de produção e melhora a rentabilidade do produtor”, contou. Na ocasião, os produtores-líderes dos núcleos, Marcelo Kappes e Orestes Mandelli, Anderson José Pletsch, Ademar Marçal, Celito Missio e Celito Breda, entre outros, deram depoimentos sobre o trabalho e resultado dos núcleos.

O Dia de Campo do Algodão é realizado também com o apoio Fundeagro e do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA).

Fonte: ASCOM Abapa

Fonte: Grupo Santo Antonio


Representantes do Senac, vereador Carlos Costa na futura sede da instituição

Cada vez mais profissionais estão conseguindo uma colocação no mercado de trabalho em Barreiras graças aos cursos de qualificação oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Senac. Desde 2015 a parceria entre Senac e Sindicato dos Lojistas do Comércio – Sindilojas Oeste, garantiu a centenas de barreirenses frequentar os cursos de garçom, técnicas de cozinha, comida de boteco e confeitaria e, torná-los aptos para trabalhar nos setores de hotelaria, restaurantes, panificação ou, abrir o próprio negócio e obter uma renda extra. A partir deste ano de 2017 o Senac estará funcionando definitivamente a sua sede de Barreiras com mais qualificações para o setor do comércio.

Na semana passada a superintendente de educação profissional, Ana Rita Andrade e a gerente da unidade móvel do Senac de Salvador, Andrea Bonfim participaram de uma reunião com o presidente do Sindilojas e vereador, Carlos Costa, em Barreiras. Na pauta, a agenda de cursos já em andamento e a programação das novas capacitações que serão oferecidas em julho e agosto. “Nossos cursos na área de gastronomia e garçom foram um sucesso, agora estamos com uma cartela maior de opções que irão abranger áreas como comunicação, comércio, gestão e informática”, disse Andrea Bonfim, durante entrevistas às emissoras das rádios Barreiras e Vale do Rio Grande.


Entrevista a Rádio Vale do Rio Grande

Ana Rita ressaltou que o Senac é uma instituição privada sem fins lucrativos e que foi criada com o intuito de proporcionar a formação de menores aprendizes e a qualificação profissional de adultos. “Em Barreiras, os interessados devem procurar nosso escritório no cais da cidade, um local de fácil acesso da população, lá uma equipe especializada poderá fornecer todas as informações sobre os cursos que estão disponíveis a preços acessíveis e também sobre as palestras gratuitas.”, disse.

O presidente do Sindilojas e vereador Carlos Costas participou das entrevistas e destacou que a vinda do Senac para Barreiras foi uma luta árdua de muitos anos. “Essa é uma vitória de toda a população barreirense que deseja se qualificar ou se atualizar para o mercado de trabalho. Desde 2015 conseguimos, junto com parceiros, viabilizar os primeiros cursos, agora, com a sede própria do Senac, que será inaugurada em breve, a população poderá ter acesso às qualificações com toda a comodidade”, destacou.

A sede do Senac em Barreiras será oficialmente inaugurada no segundo semestre deste ano, mas, os interessados podem procurar o escritório da instituição, no prédio da Sertaneja, no cais. O valor dos cursos varia de R$130,00, para uma jornada de 160horas/aula a R$ 20,00 para cursos de 20horas. Há ainda as opções de palestras e oficinas de gestão, gratuitas. Mais informações no www.ba.senac.br

Fonte: Araticum

A conclusão de parte das obras da rede básica (transmissão) no Oeste da Bahia, pelas empresas São Pedro e Paranaíba, volta a permitir novas contratações de eletricidade por parte do setor produtivo da região. A expansão da rede e a liberação de grandes cargas estavam limitadas por causa do atraso na construção de novas linhas de transmissão, que é de
responsabilidade do Governo Federal.

Previstas para serem entregues em fevereiro de 2016, as obras foram paralisadas após o processo de liquidação da Abengoa, empresa vencedora do leilão realizado pela ANEEL para implantação de uma linha de transmissão em 500 kilovolts (kV), ligando Miracema no Tocantins a Sapeaçu na Bahia, passando por Barreiras. A não conclusão da obra
comprometeu o suprimento de energia para a região.

A solução para o problema foi possível após o esforço conjunto entre Coelba, produtores rurais e representantes do governo do estado, junto ao Governo Federal que resultou numa autorização para que a empresa Paranaíba expandisse o barramento de 500 kV da subestação Barreiras II, possibilitando a energização da linha de transmissão 500 kV Barreiras II – Rio das Éguas – Luziânia – Pirapora 2, da Paranaíba, da linha de transmissão 230 kV Rio Grande II – Barreiras II/Barreiras e das subestações Barreiras II (500/230 kV) e Rio Grande II (230/138 kV), de responsabilidade
da São Pedro. Todo o oeste baiano vinha sendo atendido, até então, por apenas uma linha da Chesf em 230 kV, que liga Bom Jesus da Lapa a Barreiras.

A ampliação do fornecimento vai possibilitar o desenvolvimento do agronegócio no Oeste baiano, com a garantia de energia para projetos de irrigação e o beneficiamento dos produtos. Somente a subestação Rio Grande II adiciona mais 100 MVA de capacidade ao sistema da Coelba. O que equivale a um aumento de 25% na capacidade de suprimento à
região.

Com as novas linhas, o fornecimento da região está garantido pelos próximos anos. A solução definitiva passa pela retomada das obras da Abengoa. Mesmo assim, a Coelba trabalha para garantir condições de sustentar o crescimento da demanda no Oeste baiano. A previsão da distribuidora é de construir pelos menos três novas subestações até 2022
– Rio do Algodão, Rio Grande III e Rio Formoso - para escoar energia para novos clientes e ampliar o atendimento das ligações já existentes.

Somente na subestação Rio do Algodão, planejada para ficar pronta em 2018, o investimento da Coelba é de cerca de R$ 20 milhões. “Nós estávamos impedidos de realizar novas ligações em uma região que apresenta crescimento vertiginoso nos últimos anos”, revela o gerente de clientes corporativos da Coelba, Paulo Medeiros. No ano passado, a distribuidora registrou um aumento de 16% no volume de carga nas zonas rurais da Bahia, grande parte no Oeste, mesmo impossibilitada de realizar novas ligações.

A região se desenvolveu muito por causa do agronegócio e havia a necessidade de aumento da carga. “Com novas linhas em operação, o Oeste agora vai viver um outro cenário na distribuição de energia, com uma estrutura de transmissão robusta", avalia Joe Tavares, gerente do Departamento de Planejamento de Rede da Coelba.

Fonte: Ascom Coelba
 
Uma reunião realizada nesta segunda-feira, 12, na Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, com as presenças do Prefeito Oziel Oliveira e os representantes dos Correios, Rondinele Queiróz de Carvalho, Gerente Regional e Pedro Esdras, Coordenador da Região Comercial Norte/Nordeste e Centro-Oeste do Estado, solucionou o problema estrutural do órgão, que vinha dificultando a sua atuação no município. A partir de agora, a agência está autorizada a funcionar na sede da prefeitura. “Eu precisava intervir nesta situação. Os serviços dos Correios são de muita importância para os cidadãos e não poderiam continuar comprometidos. Por isso, resolvemos concretizar esta parceria”, explicou o prefeito. 

Para Rondinele, a iniciativa de Oziel comprova o compromisso do gestor com a população e representa um passo substancial para o restabelecimento das atividades. “Mais uma vez, Oziel Oliveira atende a uma solicitação dos Correios. Todos sabem que a prestação do serviço não é de responsabilidade da prefeitura, mas ele não se eximiu da obrigação de liderar este município”, comentou. 

A parceria da gestão de Oziel com os Correios vem desde o seu primeiro mandato. De acordo com Pedro Esdras, Gerente Regional dos Correios na primeira administração de Oziel Oliveira, a participação do prefeito foi fundamental para a instalação da agência na cidade. “Se não fosse o empenho e a ação política de Oziel na época, a vinda dos Correios para cá teria sido muito mais difícil e demorada”, concluiu.
Fonte: Ascom Prefeitura de LEM

Os moradores do Bairro Jardim das Acácias estão comemorando a chegada da pavimentação asfáltica em algumas ruas do bairro.

O asfalto já chegou na Avenida JK sentido tropical Ville e também a Avenida ACM se prepara para receber a camada asfáltica.

Na última semana foi a vez da Rua Pau Brasil receber o tão sonhado “Chão Preto”.

“Vai diminuir muito a poeira aqui em casa.” Comemorou uma moradora da rua.

Fonte: Ascom Prefeitura de LEM

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Grupo Santo Antonio

Fonte: Publicidade
  Curta nossa página
  PUBLICIDADE

| Todos os Direitos Reservados |